Agenda de Arte

Tris Vonna-Michell, Register, 2017
Evento finalizado
05
ago 2017
09
sep 2017

Compártelo en redes

Cuándo: 05 ago de 2017 - 09 sep de 2017
Inauguración: 05 ago de 2017
Dónde: Luciana Brito Galeria / Av. Nove de Julho, 5162 / São Paulo, Sao Paulo, Brasil
Organizada por: Luciana Brito Galeria
Artistas participantes: Claire Fontaine
Enlaces oficiales Web 
Correo electrónico: juliabrito@lucianabritogaleria.com.br

Descripción de la Exposición

Em sua poética Claire Fontaine trabalha a rejeição da ideia de autoria e originalidade através da apropriação e reelaboração de símbolos, objetos e imagens da cultura contemporânea tendo como objetivo a investigação das consequências do capitalismo em nossa sociedade. Uma das obras de arte mais emblemáticas do coletivo com sede em Paris, Via Tribunali 293, 22.03.2010, é a cópia das chaves da sede napolitana da galeria t twoninethree: a decisão de exibir esses objetos ordinários na Luciana Brito Galeria, onde ficarão potencialmente disponíveis para qualquer um, traduz a intenção de usar a arte como um dispositivo para análise e crítica de questões sócio-políticas, como o conceito de propriedade privada. In God They Trust, outro trabalho presente na mostra, é uma moeda de 25 centavos de dólar cortada pela metade e equipada com uma lâmina de corte retrátil. O objeto não é detectável por controles de segurança se tornando uma arma que, apesar de ser simples e pequena, alimenta um medo paranoico de uma violência potencialmente omnipresente. O texto escrito ainda é outro elemento crucial na prática artística de Claire Fontaine, que na mesma exposição apresenta May Our Enimies Not Prosper [Que nossos inimigos não prosperem], que gira em torno dos temas da violência e a crise dos refugiados. A autoria também é uma palavra-chave na prática de Fabian Herkenhoener, o artista decide confrontá-la através da técnica literária do corte. Proposta pela primeira vez pelo poeta Tristan Tzara durante uma manifestação surrealista na década de 1920, a prática consiste na desconstrução de um texto primário usando o recorte aleatório de palavras e frases para a formação de novas frases em um novo sentido lógico. A interpretação de Herkenhoener desta técnica leva a um processing text [texto em processo], expressão inventada pelo artista para explicar sua pesquisa, em que a linguagem aleatória é enriquecida por uma dimensão biográfica (já que ele é o autor de alguns dos textos originais) e por uma dimensão visual onde palavras e frases tomam formas geométricas ou invadem a tela como uma grade, enfatizando a dinâmica mental e emocional através das quais foram geradas. Na mostra, Herkenhoener criará trabalhos sobre as paredes da galeria, usando textos escritos durante uma viagem na Califórnia e no México a caminho de São Paulo.

Documentos relacionados

Actualizado

el 23 ago de 2017 por ARTEINFORMADO

Contactar

¿Quieres contactar con el gestor de la ficha?

Descubre más obras en ARTEINFORMADO

Grey sensation, 2016
Artur Aguilar

Noticias relacionadas

Compártelo en redes

¡En promoción!

18 may de 2018 - 20 may de 2018

Estúdio Lisboa 018

Centro de Congressos de Lisboa / Lisboa, Portugal

ArtCity

Descárgate ArtCity, la app que te dice que exposiciones tienes cerca.

Más información

¡Suscríbase y reciba regularmente nuestro Boletín de Noticias del Mercado del Arte!

Suscribirme
volver arriba