Guía de arte

Frederico Filippi

Compártelo en redes

Nacimiento: 1983 en São Carlos, Sao Paulo, Brasil
Residencia: Reside en São Paulo, Sao Paulo, Brasil
Próximas exposiciones colectivas: Próprio-impróprio
Premios ganados: El Ranchito. Programa de residencias de Matadero Madrid-AECID: Artistas y agentes brasileños

Descripción del Artista

O trabalho de Frederico Filippi se depara sobre oposições de ordem e desordem, relações invisíveis presentes na vertigem dos processos civilizatórios, em especial no contexto da América do Sul. Com procedimentos variados e técnicas dispersas, a centralidade das imagens presentes em suas investigações muitas vezes partem da influência que recebe dos temas da antropologia - especificamente da etnologia ameríndia - como a pesquisa de campo, os resíduos imagéticos de encontros de mundos diferentes e a diagramação de informações aparentemente caóticas em um contexto novo. Para isso, ao mesmo tempo que se debruça sobre objetos e materiais para produzir pinturas, desenhos e instalações, também leva a cabo pesquisas mais extensas em processos de deslocamento e residências que acabam por produzir uma ação sobre a realidade, mesmo que ínfima, de modo a introduzir um ruído na imagem geral. Cada vez mais a agência invisível dos objetos e das informações tem se tornado um ponto de encontro em seu processo, de forma que o artista não se abate sobre uma técnica verticalmente, mas transita de acordo com a sondagem e encontra em diferentes materiais e ações caminhos para tornar visíveis estes procedimentos. Entre suas principais exposições estão: O sol, o jacaré albino e outras mutações, Galeria Athena Contemporânea, Rio de Janeiro; Totemonumento, Galeria Leme, São Paulo (2016); Fogo na Babilônia, Pivô, São Paulo; Até aqui tudo bem, Galeria White Cube, São Paulo (2015); Si no todas las armas, los cañones, Matadero Madrid, Madri, Espanha; Mostra da 5º Edição da Bolsa Pampulha, Museu da Pampulha, Belo Horizonte; A parte que não te pertence, Maisterra Valbuena, Madri, Espanha (2014). Prêmios e residências artísticas: Kiosko, Santa Cruz de la Sierra, Bolívia; El Ranchito Matadero Madrid, Madri, Espanha (2015); Bolsa Pampulha, Museu da Pampulha, Belo Horizonte; Prêmio Novíssimos, Galeria IBEU, Rio de Janeiro; La Ene, Buenos Aires, Argentina (2013); 5º RedBull House of Art, São Paulo (2011).

Actualizado

el 19 sep de 2016 por ARTEINFORMADO Redacción

Contactar

¿Quieres contactar con el gestor de la ficha?

Exposiciones en las que ha participado como artista

Próprio-impróprio
25 oct de 2016 - 19 nov de 2016

Próprio-impróprio

Galeria Leme / São Paulo, Sao Paulo, Brasil


Compártelo en redes

volver arriba