Enseña tus OBRAS en ARTEINFORMADO. ¡Cada día, más personas las miran!
Marjolein Blom — Cortesía de Encontros da Imagem
11
sep 2020
31
oct 2020

Compártelo

Cuándo: 11 sep de 2020 - 31 oct de 2020
Inauguración: 11 sep de 2020
Dónde: Mosteiro de Tibães / Rua do Mosteiro / Mire de Tibães, Braga, Portugal
Organizada por: Mosteiro de Tibães
Artistas participantes: Marjolein Blom
Etiquetas:
Eventos relacionados: 30º Encontros da Imagem - Festival Internacional de Fotografia e Artes Visuais
Publicada el 11 sep de 2020      Vista 5 veces

Descripción de la Exposición

“Você pega numa cebola e descasca e descasca, direto ao coração, e não há nada lá. Deve haver algo, você acredita, tem que haver - você pega noutra cebola e começa a descascar, continua a descascar, e no final, nada... Entende a tristeza deste macaco?" Osamu Dazai, ‘A Record of the Autumn Wind’/'Registo de um vento de outono' As teorias científicas, como as da física quântica e o funcionamento interno do nosso universo, parecem responder a perguntas complicadas sobre o mistério da criação. Toda resposta, no entanto, é o ponto de partida de um novo enigma. O vácuo é um conceito tão enigmático. 'O que é o nada? E o que resta se tirarmos toda a matéria, a terra, as estrelas, todas as moléculas e átomos? Pode um verdadeiro vazio existir? E como surgiu algo do nada nos primeiros dias do nosso universo? Para mim, a ideia de que, através da ciência, poderemos eventualmente revelar a natureza da nossa existência é muito interessante. Ao mesmo tempo, pode-se argumentar que o hábito humano de continuar a medir, descrever e testar, sem obter nenhuma confirmação de que estamos a chegar perto de uma compreensão final de tudo o que nos rodeia, parece um tanto absurdo. Mas a liberdade de pensar além do imaginável é um requisito para os cientistas desafiarem as verdades estabelecidas e expandirem os limites do nosso conhecimento. Este processo de busca, sem noções preconcebidas do resultado, é uma das chaves da pesquisa fundamental. Vários estímulos, como a interferência política e financiamento dependente estão, no entanto, a colocar a liberdade académica sob nova pressão. "A Monkey Peeled an Onion" examina teorias filosóficas e científicas sobre o nada, o vácuo, e as partículas elementares. É um trabalho sobre a natureza ilusória do "nada". Não tem como objetivo encontrar respostas, mas, pelo contrário, trazer uma ode divertida ao ato de procurar. Mesmo quando possivelmente nada será encontrado.

Actualizado

el 11 sep de 2020
05 nov - 26 nov
Curso Online.

¡Suscríbase y reciba regularmente nuestro Boletín de Noticias del Mercado del Arte!

Suscribirme