Emiliano Di Cavalcanti, Mulheres década de 20, sin fecha. Cortesía del MASP
Evento finalizado
14
jun 2018
29
jul 2018

Compártelo en redes

Publicada el 25 jun de 2018      Vista 89 veces

Descripción de la Exposición

Esta exposição apresenta uma seleção de 25 obras de 17 artistas cedidas no comodato MASP B3 — BRASIL, BOLSA, BALCÃO, em homenagem aos ex-conselheiros da BM&F e BOVESPA, por um período de trinta anos. O conjunto completo, que inclui 66 obras de 28 artistas, antes pertencia às coleções das antigas BM&F e BOVESPA, e esteve em seus escritórios no Rio de Janeiro e em São Paulo antes de chegar ao MASP. Trata-se de um gesto de grande generosidade da B3, que com esse comodato permite ao MASP dividir com seus visitantes obras que abarcam um período de cerca de cem anos de arte brasileira. O comodato MASP B3 compreende um amplo conjunto, começando por artistas acadêmicos do final do século 19, como Benedito Calixto (1853-1927) e Antonio Parreiras (1860-1937). O núcleo mais excepcional é o do modernismo brasileiro, com obras verdadeiramente extraordinárias de Alberto da Veiga Guignard (1869-1962), José Pancetti (1902-1958), Emiliano Di Cavalcanti (1897-1976), Candido Portinari (1903-1962) e Anita Malfatti (1889-1964). A mostra também inclui artistas que trabalharam em torno da abstração, como Antonio Bandeira (1922-1967), mulheres artistas como Lygia Clark (1920-1988), Maria Leontina (1917-1984) e Ione Saldanha (1919-2001), e até a presença da obra de um artista autodidata como Ranchinho (1923-2003). Tais trabalhos complementam lacunas importantes do acervo do museu, ampliando conjuntos de obras de artistas já presentes na coleção. A exposição é contextualizada dentro da mostra de longa duração Acervo em transformação, que apresenta obras da coleção do MASP, no segundo andar do museu. O espírito da mostra é de constante modificação, com entradas e saídas quase semanais de trabalhos, em razão da rotatividade de obras, de empréstimos e de novas aquisições. Com esta exposição, essa concepção de acervo vivo se expande para o mezanino, no primeiro subsolo. Aos poucos, as obras do comodato MASP B3, que passam a integrar temporariamente a coleção do museu, também poderão ser expostas nos cavaletes de cristal, em diálogo com o restante de nosso acervo. Para celebrar o início desse comodato, a obra Mulata/Mujer, de Di Cavalcanti, está exposta na pinacoteca do MASP, e a partir do dia 28 de junho integrará a exposição Histórias Afro-atlânticas, no núcleo retratos, no primeiro andar do museu. O MASP agradece imensamente a B3 por ceder esse precioso conjunto de obras ao museu, que poderá compartilhá-lo com seus públicos e assim desenvolver novas leituras, cruzamentos e pesquisas com o seu acervo aberto, dinâmico e sempre em transformação.

Actualizado

el 25 jun de 2018

Contactar

¿Quieres contactar con el gestor de la ficha?

Descubre más obras en ARTEINFORMADO

{{ artwork.title | limitTo:16 }}, {{ artwork.year }}
{{ artwork.artistName | limitTo:28 }}

Noticias relacionadas

Compártelo en redes
Traducción e interpretación
ArtCity

Descárgate ArtCity, la app que te dice que exposiciones tienes cerca.

Más información

¡Suscríbase y reciba regularmente nuestro Boletín de Noticias del Mercado del Arte!

Suscribirme
volver arriba