Acha que minto?
07
jun 2019
30
ago 2019

Compártelo en redes

Cuándo: 07 jun de 2019 - 30 ago de 2019
Inauguración: 07 jun de 2019
Dónde: Chiado 8 - Espaço Fidelidade Arte Contemporânea / Largo do Chiado, 8 / Lisboa, Portugal
Organizada por: Chiado 8 - Espaço Fidelidade Arte Contemporânea
Artistas participantes: Jimmie Durham
Enlaces oficiales Web 
Publicada el 12 jun de 2019      Vista 3 veces

Descripción de la Exposición

A Fidelidade Arte continua o projeto Reação em Cadeia, resultado da colaboração com a Culturgest, com a apresentação de uma exposição de Jimmie Durham, artista que recebeu recentemente aquele que é o mais significativo prémio de artes plásticas do mundo, o Leão de Ouro pelo conjunto da sua obra, atribuído pela Bienal de Veneza. Jimmie Durham é um artista norte-americano cujo percurso cruza a poesia, o ativismo político e a prática artística, numa enorme coerência que tem dado novos sentidos à relação entre política e poética. A exposição Acha que minto? que apresenta no projeto Reação em Cadeia, retoma a exposição intitulada História Concisa de Portugal que o artista apresentou em 1995, na Galeria Módulo. Uma das primeiras exposições depois de se mudar definitivamente para a Europa, em 1994, esta foi a primeira presença do seu trabalho em Portugal e que viria a ser central no seu percurso. Inspiradas na obra O Ano da Morte de Ricardo Reis, de José Saramago (que Durham considera um livro de referência para si próprio e para a história do século XX), as obras incluem citações do texto que, dactilografadas ou manuscritas, integram individualmente cada uma das peças, não se constituindo, no entanto, como metáforas ou ilustrações.

Actualizado

el 12 jun de 2019

Descubre más obras en ARTEINFORMADO

{{ artwork.title | limitTo:16 }}, {{ artwork.year }}
{{ artwork.artistName | limitTo:28 }}
Compártelo en redes
ArtCity

Descárgate ArtCity, la app que te dice que exposiciones tienes cerca.

Más información

¡Suscríbase y reciba regularmente nuestro Boletín de Noticias del Mercado del Arte!

Suscribirme
volver arriba