Enseña tus OBRAS en ARTEINFORMADO. ¡Cada día, más personas las miran!
Afonso Malato Sousa — Cortesía de Encontros da Imagem
11
sep 2020
31
oct 2020

Compártelo

Publicada el 11 sep de 2020      Vista 4 veces

Descripción de la Exposición

Afonso Malato de Sousa fez fotografias na área de Monument Valley, no Arizona que evocam a visão de John Ford. Tal como os personagens do clássico de Ford “Stagecoach”, somos viajantes através de uma paisagem espantosa. A fotografia de viagem é, por definição, fotografia do desconhecido, ou seja, deveria estar condenada a ser superficial. Mas a julgar pelas fotografias do Afonso, há formas de enriquecer algo que poderia ser apenas turismo. Suspeito, por exemplo, que ele conheceu o trabalho de Ford, pelo menos de cartazes, antes de viajar para Oeste, bem como suspeito que ele tinha conhecimento de literatura sobre viagens na América (As Vinhas da Ira, de John Steinbeck) e tinha visto as melhores fotografias sobre viagens na América (fotografias de Timothy O’Sullivan, por exemplo). Desta forma, a imaginação precedeu-o nas suas viagens e o que encontrou não lhe foi completamente estranho. As melhores fotografias de Afonso dão-nos a sugestão de que ele não é apenas um viajante, mas também, um pouco, um residente. Nota-se isso na sua confiança ao lidar com o vazio geográfico. É o espaço que define o Oeste Americano e Afonso é atraído por ele, parecendo sentir-se lá bem. Wallace Stegner, um fantástico escritor sobre o Oeste, observou que “a salva é um gosto adquirido, bem como a terra crua e as planícies alcalinas”. É fácil constatar que Afonso adquiriu estes gostos, menos frequentes nos exploradores do que nos colonos. Nunca ouvi o Afonso dizer que poderia realmente mudar-se para aqui, mas fico satisfeito por o saber próximo em espírito. Robert Adams, Astoria, Oregon 1999

Actualizado

el 11 sep de 2020
05 nov - 26 nov
Curso Online.

¡Suscríbase y reciba regularmente nuestro Boletín de Noticias del Mercado del Arte!

Suscribirme