Exposición en Guimarães, Braga, Portugal

Complexo Colosso

Dónde:
Centro Internacional de las Artes José de Guimarães (CIAJG) - Plataforma das Artes e da Criatividade / Avda. Conde Margaride, 175. 4810-535 / Guimarães, Braga, Portugal
Cuándo:
16 abr de 2021 - 10 abr de 2022
Inauguración:
16 abr de 2021 / 17 a 21 h.
Comisariada por:
Enlaces oficiales:
Web 
Descripción de la Exposición
SALAS 12 E 13 COMPLEXO COLOSSO Ángel Calvo Ulloa, Curador convidado Carla Filipe, Alisa Heil, NEG (Nova Escultura Galega), Jorge Barbi, Lola Lasurt, Taxio Ardanaz, Jeremy Deller, Gareth Kennedy, Jorge Satorre, Pedro G. Romero, Andreia Santana, Joaquim Salgado Almeida, André Sousa e José de Guimarães A primeira notícia que existe sobre a existência do Colosso de Pedralva é de 23 de maio de 1876, data em que Francisco Martins Sarmento registou, num dos seus cadernos, as informações recebidas de um tal Padre António. Este relatou a existência, em Monte dos Picos, na freguesia de Pedralva, de um homem de pedra que supostamente corresponderia ao “esboço do gigante Golias”, e cujo destino era o Bom Jesus do Monte, em Braga. Mas após a primeira visita a Pedralva, o arqueólogo começa a fantasiar sobre a possibilidade de que a protuberância indefinida que a figura exibia na sua coxa esquerda pudesse estar relacionada a um culto fálico e ... à superstição da virtude procriadora atribuída a outras pedras que Sarmento havia datado na proto-história. As contraditórias teorias transmitidas pelos informantes de Martins Sarmento e as suas próprias dúvidas sobre a origem da escultura vão definir, nos anos seguintes, novos interesses por parte do investigador. Até que, em 1892, decide finalmente comprar um pequeno lote de terra a poucos metros do local da descoberta, onde foram montadas as três peças que compunham o Colosso. Após a morte de Martins Sarmento, em 1899, o caso perde força nos debates arqueológicos e só em 1929 a escultura é transferida para o jardim da Sociedade Martins Sarmento/SMS onde ficará até 1996, quando um acordo entre a Câmara Municipal e a SMS decidiu transferi-lo para o acesso oeste da cidade, na Alameda Mariano Felgueiras, numa rotunda localizada entre o Hospital Senhora da Oliveira e o Guimarães Shopping, onde permanece até hoje. Ao longo do século XX, o Colosso despertou timidamente o interesse de diversos estudiosos do campo da arqueologia e teve, no caso da Galiza, um especial impacto. Na segunda parte do século, o Colosso passou a fazer parte, entre a intelectualidade vizinha, não só de extensos estudos especializados, mas também de um repertório simbólico que dava conta da suposta importância do achado. Dizem que as histórias se formam em parte de verdade e em parte de especulação. A complexidade do caso do Colosso de Pedralva conhece, entre o final do século XIX e todo o século XX, um processo de constante ressignificação, sendo objeto de especulações e imprecisos estudos arqueológicos que, de alguma forma, o transcendem enquanto artefacto anacrónico. Pertence não só ao campo da arqueologia, mas também ao imaginário coletivo da área de influência do Minho. Para além de veredictos sobre a importância da origem e datação, o projeto Complexo Colosso pretende aprofundar de forma indisciplinada as várias camadas que constituem este relato. A multiplicidade de identidades que determinam o tudo e o nada do Colosso são a base fundamental para colocar em questão as “culpas” a que foi condenado. Transferir a análise do Colosso para o campo da arte permite também repensar o relato fazendo uso de todas essas camadas - as que alimentaram e as que questionaram a épica - formadoras do que o Colosso hoje representa. Complexo Colosso também aponta uma complexidade que vai além do debate sobre a origem do homem de pedra, desembocando em aspetos políticos e sociais que revelam uma série de problemáticas históricas das quais o Colosso é apenas a ponta.

 

 

Entrada actualizada el el 25 ene de 2022

¿Te gustaría añadir o modificar algo de este perfil?

Infórmanos si has visto algún error en este contenido o eres este artista y quieres actualizarla. ARTEINFORMADO te agradece tu aportación a la comunidad del arte.

¿Quieres estar a la última de todas las exposiciones que te interesan?

Suscríbete al canal y recibe todas las novedades.

Recibir alertas de exposiciones

servicio galería de obra

¡Difunde tu obra en la mayor plataforma iberoamericana de arte!

  • Publica y difunde tus obras o las de tus artistas, enlazándolas con las exposiciones y ferias donde se presentan ¡Multiplicarás su visibilidad!
  • No cobramos comisión por venta. Solo facilitamos el contacto de tus clientes potenciales contigo.
  • Mostramos tus obras de forma natural, sugiriéndolas a nuestros usuarios por similitud de etiquetas, proximidad…
  • Las 5 primeras las tienes GRATIS ¡Pruébalo sin compromiso!
Premio
05 abr de 2024 - 05 may de 2024

Madrid, España

Exposición
Desde 11 abr de 2024

ProjecteSD / Barcelona, España

Formación
21 sep de 2023 - 04 jul de 2024

Museo Nacional Centro de Arte Reina Sofía (MNCARS) / Madrid, España

Exposición Online
26 mar de 2024 - 29 abr de 2024

Online

¿Quieres estar a la última de todas las exposiciones que te interesan?

Suscríbete al canal y recibe todas las novedades.

Recibir alertas de exposiciones