Enseña tus OBRAS en ARTEINFORMADO. ¡Cada día, más personas las miran!
Doug Baley & Sara Navarro. Creative (un)makings: disruptions in art/archaeology
06
mar 2020
06
sep 2020

Compártelo

Publicada el 03 mar de 2020      Vista 16 veces

Descripción de la Exposición

NOTA: Exposición prorrogada hasta el 6 de septiembre del 2020. -------------------------------------------- Do ponto de vista das disciplinas culturais e académicas tradicionais, a Arte e a Arqueologia têm relações confortáveis: colaboração, co-inspiração, objetivos partilhados para o conhecimento avançado do comportamento e pensamento humano. A arte/arqueologia, uma nova prática transdisciplinar, fraturou essa perspetiva, sendo que a exposição Creative (un)makings traz, pela primeira vez, essa perturbação ao mundo dos museus. A arte/arqueologia argumenta que escrever e pensar acerca do passado deve ir além das barreiras comuns de ambas as disciplinas, e que o trabalho criativo deve substituir os textos escritos e palestras. A arte/arqueologia abre um novo espaço onde o trabalho criativo, o pensamento e o debate expandem em direções inesperadas, onde encontramos potenciais inovadores para os objetos do passado. Creative (un)makings: disruptions in art/archaeology apresenta esta nova abordagem ao passado em três instalações provocadoras. A primeira (Releasing the Archive) apresenta fotografias e vídeos com o objetivo de virar do avesso os valores padrão que as coleções museológicas e institucionais usam para preservar os objetos e imagens históricos. A segunda instalação (Beyond Reconstruction) mostra uma matriz de fragmentos cerâmicos que resultaram da construção/desconstrução de uma figura; inclui, ainda, fotografias documentais dos trabalhos, realça os limites da reconstrução arqueológica e abre um espaço criativo mais além. A terceira instalação (Ineligible) emprega artefactos de uma escavação em São Francisco, utilizando-os como matéria-prima com o propósito de produzir novos trabalhos artísticos que estimulem os pensamentos dos visitantes dos museus acerca de assuntos políticos e sociais modernos, como os sem-abrigo ou a desigualdade salarial. ----------------------------------- Releasing the Archive Em Releasing the Archive, Doug Bailey viola as regras normais às quais os museus, as universidades e as instituições culturais devem obedecer quando preservam e protegem objetos e imagens. A instalação é um registo da destruição feita por Bailey de mais de mil transparências guardadas numa coleção antropológica da universidade onde trabalha. O arquivo original incluía transparências de estudos eticamente questionáveis sobre etnia, sexualidade, dissecação animal e reprodução humana. Bailey acredita que cada pessoa capturada nas imagens está viva, mas encurralada no arquivo da sua instituição e nas próprias transparências. Como reação contra os estudos questionáveis e o encapsulamento das pessoas nas imagens, Bailey encharcou os diapositivos em oxicloreto de sódio. O resultado foi a libertação química das pessoas aprisionadas, assim como a criação de imagens assustadoramente poderosas. As fotografias na instalação mostram transparências antes e depois da libertação das pessoas encurraladas; os vídeos registam os momentos dessas libertações. O conjunto de imagens é deslumbrante: esteticamente bonito e uma violação dos padrões de cuidado dos curadores. Curador Álvaro Moreira Museu Internacional de Escultura Contemporânea ----------------------------------- Beyond Reconstruction Em Beyond Reconstruction, Sara Navarro começou com uma figura antropomórfica do Neolítico do Leste da Europa, removendo-o do seu contexto arqueológico. Neste trabalho, Navarro não está interessada na literatura científica acerca do artefacto. Em vez disso, a sua intenção era observar a figura, levando em consideração as suas características latentes: forma, escala e material. Mantendo a forma e o material (argila) inalterados, Sara Navarro ampliou drasticamente a figura, alterando radicalmente a escala do objeto. Na segunda fase do trabalho, o objeto ampliado foi sujeito a um processo de desconstrução: fraturando a figura em múltiplos fragmentos através de uma extensiva série de cortes do objeto. A instalação inclui o registo fotográfico destes processos, assim como o conjunto de fragmentos de argila que resultou do mesmo. Beyond Recostruction questiona as nossas premissas habituais sobre os processos de construção e de desconstrução, bem como as de impossibilidade de reconstrução. Curador Álvaro Moreira Museu Internacional de Escultura Contemporânea ----------------------------------- Ineligible Desde 2010-2012, os arqueólogos em São Francisco levaram a cabo escavações no centro da cidade para posterior construção de uma grande estação de autocarros e comboios. A escavação recuperou muitos milhares de artefactos. Enquanto estes foram alvo dos conjuntos de análises e das interpretações habituais, o artista/arqueólogo Doug Bailey conseguiu um grande número de objetos, o que lhe permitiu desenhar um projeto para testar os limites colaborativos entre os artistas e os arqueólogos. Em colaboração com a escultora Sara Navarro, Bailey enviou artefactos a artistas, arqueólogos e outros criadores. O requisito para as pessoas fazerem um trabalho criativo foi a sua utilização não como objetos históricos, mas como se fossem matérias-primas (como pigmento ou argila), redirecionando os materiais para a criação de novas obras de arte que estimulassem as perguntas e pensamentos dos visitantes acerca de assuntos políticos e sociais da sociedade contemporânea. Para as pessoas a trabalhar em São Francisco, esse assunto poderia ser os sem-abrigo ou a desigualdade salarial; para pessoas a trabalhar noutro lugar, diferentes questões locais, regionais ou nacionais poderiam ser mais relevantes (como por exemplo a posição dos imigrantes ou refugiados na sociedade). Ineligible é uma seleção do resultado dos trabalhos que foram realizados. Curadores Doug Bailey, Sara Navarro Participantes Thomas Andersson, Doug Bailey, Jéssica Burrinha, Simon Callery, João Castro Silva, Shaun Caton, Rui Gomes Coelho, Jim Cogswell, Tiago Costa and Daniel Freire Santos, Ilana Crispi, Patrik Elgström and Jenny Magnusson, Dov Ganchrow, Stefan Gant, Cornelius Holtorf with Martin Kunze, Alfredo González-Ruibal and Álvaro Minguito Palomares, Cheryl E. Leonard, Nicola Lidstone, Marko Marila and Tony Sikström, Alison McNulty, Daniel V. Melim, Colleen Morgan, Sara Navarro, Jana Sophia Nolle, Laurent Olivier, Luisa da Rocha, Filomena Rodrigues, Suvi Tuominen, Ruth M. Van Dyke, Valter Ventura, Vanessa Woods

Actualizado

el 22 may de 2020

Contactar

¿Quieres contactar con el gestor de la ficha?