Cadão Volpato
Evento finalizado
15
oct 2013
01
nov 2013

Compártelo en redes

Cuándo: 15 oct de 2013 - 01 nov de 2013
Inauguración: 15 oct de 2013
Dónde: Galería Pilar / Rua Barão de Tatuí, 389 - Santa Cecília / São Paulo, Sao Paulo, Brasil
Organizada por: Galería Pilar
Artistas participantes: Cadão Volpato
Etiquetas:
Publicada el 03 jun de 2014      Vista 148 veces

Descripción de la Exposición

O escritor, músico e jornalista revela seu lado plástico em desenhos que flertam com a literatura e a filosofia.

 

A Galeria Pilar apresenta a partir de 15 de outubro de 2013, às 19h, a exposição Deslocamentos, Os Desenhos de Cadão Volpato, que revela o lado plástico do escritor e músico. A mostra, que reúne 80 desenhos de traços finos criados em nanquim e aquarela, é uma espécie de reflexão sobre uma pergunta clássica: 'Para onde caminha a humanidade?'.

 

Segundo o artista, os trabalhos foram surgindo em meio a atividades do cotidiano, entre leituras esparsas, imagens da internet e até mesmo pedidos expressos, como esse, de uma amiga: 'Por que você não desenha um homenzinho com uma corda nas costas, como se fosse um boneco mecânico?'. À primeira vista, eles lembram a linha elegante de Saul Steinberg e o humor de Jean-Jacques Sempé, duas das influências do Volpato desenhista.

 

Os personagens de Deslocamentos - homens, mulheres, crianças, animais, gente conhecida ou não, como o dramaturgo Luigi Pirandello e o poeta Garcia Lorca, o pintor Pablo Picasso e o diretor e ator Charlie Chaplin - caminham em um mundo à parte, como se todos se movessem para a mesma direção. São obras com um quê de surrealismo, que flertam com a literatura e a filosofia, e cujo espírito já estava presente na obra de Volpato em outros gêneros.

 

Cadão Volpato nasceu em São Paulo, em 1956. Escritor, músico e jornalista, publicou o primeiro livro de contos, Ronda noturna, em 1995, pela editora Iluminuras. A ele se seguiram três volumes no mesmo gênero, Dezembro de um Verão Maravilhoso (1999), Questionário (2005) e Relógio sem Sol (2009), todos pela mesma editora. Iniciou a carreira de músico como vocalista da banda paulistana Fellini, que lançou seis independentes entre 1985 e 2010. Eterno sucesso de crítica, o grupo foi pioneiro na ligação entre rock e samba. Algumas das canções de Volpato foram gravadas por Chico Science, DJ Dolores e Stella Campos. O artista tem um disco solo, Tudo que eu quero dizer tem que ser no ouvido, lançado em 2005. Em 2011, publicou o infanto-juvenil Meu Filho, Meu Besouro (Cosac Naify), poemas ilustrados pelo autor. E em 2013 saiu seu primeiro romance, Pessoas que Passam pelos Sonhos (também pela Cosac Naify).

 

Actualizado

el 26 may de 2016

Contactar

¿Quieres contactar con el gestor de la ficha?

Descubre más obras en ARTEINFORMADO

{{ artwork.title | limitTo:16 }}, {{ artwork.year }}
{{ artwork.artistName | limitTo:28 }}
Compártelo en redes
15 oct - 11 feb
Curso en LENS Escuela de Artes Visuales / Madrid, España
01 ago - 15 nov
Beca en Suances, Cantabria, España
ArtCity

Descárgate ArtCity, la app que te dice que exposiciones tienes cerca.

Más información

¡Suscríbase y reciba regularmente nuestro Boletín de Noticias del Mercado del Arte!

Suscribirme
volver arriba