Conoce aquí algunas de las NUEVAS OBRAS que te sugerimos esta semana
Diáfano - Reflexos, transparências e opacidade na obra de Carlos Fajardo
¡Últimos días!
22
nov 2018
31
mar 2019

Compártelo en redes

Cuándo: 22 nov de 2018 - 31 mar de 2019
Inauguración: 22 nov de 2018
Dónde: Museu Oscar Niemeyer - MON / Rua Marechal Hermes, 999, / Curitiba, Parana, Brasil
Comisariada por: Henrique Xavier
Organizada por: Museu Oscar Niemeyer - MON
Artistas participantes: Carlos Alberto Fajardo - Carlos Fajardo
Enlaces oficiales Web 
Publicada el 31 ene de 2019      Vista 1 veces

Descripción de la Exposición

O Museu Oscar Niemeyer (MON) inaugura dia 22 de novembro, quinta, às 19h15, a mostra "Diáfano - Reflexos, transparências e opacidade na obra de Carlos Fajardo”, com curadoria de Henrique Xavier. A exposição faz parte de um amplo projeto de exposições e pesquisa sobre a obra de Carlos Fajardo, apresentando, sobretudo, a produção mais recente do artista, inclusive uma obra foi criada especialmente para a mostra. As obras recentes, nove ao total, trabalham sobretudo com um tipo de superfície muito especial: a reflexiva. São obras marcadas pelo uso estético de vidros, espelhos e superfícies semirreflexivas, transparentes e coloridas, as quais são combinadas não apenas entre si, mas também associadas a fotografias de grandes dimensões, a feltros de lã de ovelha, a prata molda à mão, a caixas e a estruturas tridimensionais. Há, também, uma obra de luz, proveniente da trajetória de mais de cinquenta anos de carreia do artista. Contudo, não se trada de expô-la de maneira meramente histórica, mas de colocá-la com vida e atualidade em tensão com o material novo. A obra de Fajardo marca a contínua renovação de uma trajetória que se inicia em 1966 e permanece até os nosso dias em um constante diálogo com os caminhos mais ousados da arte contemporânea. “São desenhos, pinturas, vídeos, esculturas e instalações; sendo, principalmente, obras que possuem um tênue erotismo, pois lidam sutilmente com a presença, o corpo e o desejo do espectador”, analisa o curador. Por meio deste conjunto de materiais são produzidas experiências capazes de brincar, duplicar e fundir espaço, cor, arquitetura e a imagem dos próprios espectadores presentes na exposição. As criações do artista serão dispostas procurando interagir entre si e com o espaço ao seu redor, operando como uma única grande instalação. Assim, o espectador não se depara apenas com uma série de obras autônomas, uma ao lado da outra, mas com um conjunto coeso que reflete a si mesmo em um diálogo com o ambiente, apropriando-se esteticamente do próprio espaço do museu.

Actualizado

el 06 mar de 2019

Descubre más obras en ARTEINFORMADO

{{ artwork.title | limitTo:16 }}, {{ artwork.year }}
{{ artwork.artistName | limitTo:28 }}
Compártelo en redes
01 mar - 30 abr
Miami, Florida, Estados Unidos
26 abr - 13 dic
Factoria de Arte y Desarrollo / Madrid, España
ArtCity

Descárgate ArtCity, la app que te dice que exposiciones tienes cerca.

Más información

¡Suscríbase y reciba regularmente nuestro Boletín de Noticias del Mercado del Arte!

Suscribirme
volver arriba