¡Haz una visita virtual a tu EXPOSICION! ¡La verán MAS!
NIno Cais — Cortesía de Casa Triângulo
22
nov 2019
19
abr 2020

Compártelo

Publicada el 14 ene de 2020      Vista 6 veces

Descripción de la Exposición

Adda Prieto (Ribeirão Preto-SP | Vive e trabalha em Ribeirão Preto-SP), Alan Oju (Santo André-SP | Vive e trabalha em São Paulo-SP), Alex Benedito dos Santos (Jaboticabal-SP | Vive e trabalha em Jaboticabal-SP), Bárbara Schall (Belo Horizonte-MG | Vive e trabalha em Belo Horizonte-MG), Claudio Tozzi (São Paulo-SP | Vive e trabalha em São Paulo-SP), Dante Velloni (Ribeirão Preto-SP | Vive e trabalha em Ribeirão Preto-SP), Edu Marin Kessedjian (São Paulo-SP | Vive e trabalha em São Paulo-SP), Flávio Cerqueira (São Paulo-SP | Vive e trabalha em São Paulo-SP), Francisco Amêndola (Ibitinga-SP | Ribeirão Preto-SP), Helio Martins (Ribeirão Preto-SP | Vive e trabalha em Ribeirão Preto-SP), Katia Fiera (São Paulo-SP | Vive e trabalha em São Paulo-SP), Klaus Karall (Alemanha | São Paulo-SP), Leonello Berti (Florença – Itália | Ribeirão Preto-SP), Marcelo Amorim (Goiânia-GO | Vive e trabalha em São Paulo-SP), Marcius Galan (Indianápolis – Estados Unidos | Vive e trabalha em São Paulo-SP), Nino Cais (São Paulo-SP | Vive e trabalha em São Paulo-SP), Paló (Ribeirão Preto-SP | Vive e trabalha em Ribeirão Preto-SP), Paulo Nazareth (Governador Valadares-MG | Vive e trabalha ao redor do mundo), Pedro Manuel-Gismondi (San Remo – Itália / Ribeirão Preto-SP), Rodrigo Braga (Manaus-AM | Vive e trabalha em Recife-PE), Rodrigo Linhares (De Bento Gonçalves-RS | Vive e trabalha em São Paulo-SP), Samantha Moreira (Campinas-SP | Vive e trabalha entre São Paulo e Maranhão), Theodoro Paterno (Ribeirão Preto-SP | Ribeirão Preto-SP) e Waltercio Caldas (Rio de Janeiro-RJ | Vive e trabalha no Rio de Janeiro-RJ). Curadoria Nilton Campos. A mostra apresenta uma seleção de obras do Acervo MARP e de coleções particulares, que foram produzidas nas últimas seis décadas e trazem assuntos relacionados ao tema LIMITE. Além de questões tão importantes e atuais que as obras provocam, elas também nos convidam a refletir sobre a condição das “coleções” de arte, públicas ou privadas, pouco apresentadas ao público.

Actualizado

el 14 ene de 2020
15 ene - 15 jun
Premio en Santander, Cantabria, España

¡Suscríbase y reciba regularmente nuestro Boletín de Noticias del Mercado del Arte!

Suscribirme