Exposición en Brasília, Distrito Federal, Brasil

Guardadora de água

Dónde:
Museu Nacional do Conjunto Cultural da Republica - Museo Nacional de Brasilia / Esplanada dos Ministérios, Setor Cultural Sul, Lote 2 / Brasília, Distrito Federal, Brasil
Cuándo:
29 abr de 2022 - 26 jun de 2022
Inauguración:
29 abr de 2022 / 1900
Horario:
De terça a domingo, das 9h às 18h30
Precio:
Entrada gratuita
Artistas participantes:
Enlaces oficiales:
Web 
Promociones arteinformado
Descripción de la Exposición
No dia 29 de abril, sexta-feira, a partir das 19h, o Museu Nacional da República em Brasília inaugura a mostra individual “Guardadora de água”, da artista visual Isabela Couto. Com ensaio poético de Mar Becker, a exposição apresenta a produção inédita da artista em vídeo e aquarela que tratam da paisagem e do deslocamento entre Santiago do Chile e Praia do Forte, Distrito da Mata de São João, no litoral norte da Bahia. A mostra fica em cartaz na Galeria Térreo, Piso Térreo, do Museu Nacional da República, em Brasília, até o dia 26 de junho, com visitação de terça a domingo, das 9h às 18h30. A entrada é gratuita e livre para todos os públicos. Em “Guardadora de água” - título inspirado no poema “O guardador de água”, de Manoel de Barros - Isabela Couto apresenta trabalhos em que a sugestão dos elementos água e névoa é uma constante. ... Tanto as aquarelas como os vídeos foram produzidos durante uma viagem entre a capital chilena e a Praia do Forte. Entre oceanos As aquarelas partem da observação da Cordilheira dos Andes e seguiram para a observação de edredons sobre a cama, que figuravam montanhas domésticas. “As obras iniciadas com o título Paisagem de cobertor surgem da observação da natureza sob viés doméstico. Cada uma dessas aquarelas se relacionaria com um cômodo da casa: Paisagem de cobertor: o quarto; Paisagem de cobertor: sala de costura; Paisagem de cobertor: amontoado ao pé da cama; Paisagem de cobertor: piscina; Paisagem de cobertor: quintal”, afirma a artista. Os vídeos apresentados tiveram como ponto de partida o trajeto do corpo em envolvimento horizontal com o entorno. A cultura ocidental tem por tradição a segregação do ser humano com a natureza e buscou-se o inverso na captura dos fragmentos de paisagem. O vídeo Maré dançando sedimento sobre areia oferece protagonismo da maré ao mostrar os desenhos com sedimentos orgânicos por ela executados sobre a areia. O vídeo Inventar países trabalha com a miniatura para reformular paisagens em que o humano se apresenta como um aspecto secundário à imagem. Os vídeos têm como referência paisagens orientais tradicionais, em que o ser humano e o entorno não disputam hierarquias, mas se complementam. Irmanadas pela água Num ensaio poético intitulado “Nem a nuvem do dizível”, Mar Becker reverbera a obra de Isabela Couto, sobretudo as aquarelas de Paisagem de cobertor. Para a escritora, é pela imagem da água que seu trabalho se irmana ao de Isabela Couto. “Digo “imagem”, mas a verdade é que nisso tateamos ambas muito mais aquilo que se recusa à cena, o que foge às mãos e não chega a ter contornos… São projetos de dissolução, afinal – algo próprio do aquoso (e do aquarelado)”, ressalta. “Do mesmo modo, me parece que beiramos também sempre um perigo de perda de si: afinal, no dilúvio, os corpos podem erodir e se confundirem uns aos outros, a casa e as mulheres (tanto eu quanto ela trabalhamos muito com intimidade de mulheres, meninas) podem vir a se tornarem lodosas, indiscerníveis, e o próximo passo é a impossibilidade de nomear e a fundação de uma imensa mudez. Daí o título, Nem a nuvem do dizível”. Sobre a água, Mar indica: “é sorrateira, infiltra-se fácil. Está nos quartos, nas cozinhas. Nos banheiros. Essa ameaça tão íntima de nós, tão familiar – sempre em vias de apagar o que vemos, o que dizemos –, é nela que tocamos eu e Isabela”, completa. Sobre a artista Isabela Couto é artista visual, vive e trabalha em Brasília. Isabela possui obras em coleções particulares e participa de exposições desde 2014. Em 2019 a artista foi indicada ao Prêmio Pipa e selecionada para o Salão Mestre D'Armas. Atualmente cursa mestrado no Programa de Pós-graduação em Arte da Pontifícia Universidade Católica do Chile. Possui graduação em Artes Visuais pela Universidade de Brasília. Sua investigação está centrada na caminhada do artista viajante como ferramenta poética para questionar a crise relacional do corpo ocidental com seu entorno. Sobre a poeta Mar Becker (Marceli Andresa Becker) nasceu em Passo Fundo (RS) e atualmente mora em São Paulo (SP). Publicou “A mulher submersa”, seu primeiro livro (Poesia), em maio de 2020, pela Editora Urutau. A obra, que já chega a 4 mil exemplares vendidos, recebeu em 2021 o Prêmio Minuano, concedido pelo Estado do Rio Grande do Sul, e foi finalista (segunda fase) do Prêmio Jabuti. Atualmente a autora trabalha em seu próximo livro, “Sal”, a ser publicado este ano pela Assírio & Alvim. Sobre o Museu Nacional da República O Museu Nacional da República, localizado em Brasília, foi inaugurado no ano de 2006 e é administrado pela Secretaria de Cultura e Economia Criativa do Distrito Federal. O Museu realiza exposições temporárias de artes visuais e cultura visual de relevância nacional no campo das artes e da cultura visual. Pautado pela liberdade de expressão, o Museu visa ainda, abrigar propostas de experimentação curatorial e produções artísticas contemporâneas diversificadas, com vistas no seu fomento, pesquisa, difusão e facilitação de seu acesso.

 

 
Imágenes de la Exposición
Paisagem de cobertor 1

Entrada actualizada el el 26 abr de 2022

¿Te gustaría añadir o modificar algo de esta ficha?

Infórmanos si has visto algún error en este contenido o eres este artista y quieres actualizarla. O si lo prefieres, también puedes ponerte en contacto con su autor. ARTEINFORMADO te agradece tu aportación a la comunidad del arte.

¿Quieres estar a la última de todas las exposiciones que te interesan?

Suscríbete al canal y recibe todas las novedades.

Recibir alertas de exposiciones

Plan Avanzado

¡Posiciona tu galería o museo a través de nuestra plataforma!

  • Publica y promociona hasta 500 obras de tus artistas.
  • Contacta con tus clientes potenciales desde cada una de ellas ¡No cobramos comisiones!
  • Da mayor visibilidad a tus eventos o exposiciones ¡Te garantizamos un acceso destacado a todas ellas!
  • Accede al Algoritmo de ARTEINFORMADO y mantente informado sobre los artistas con mayor crecimiento en los últimos 5 años.
  • Conecta con la gente del sector como artistas o coleccionistas a través de sus fichas.
Promociones arteinformado
Exposición Online
18 may de 2022 - 18 jul de 2022

Online

Exposición
24 jun de 2022 - 14 oct de 2022

Biblioteca del Museo Nacional Centro de Arte Reina Sofía / Madrid, España

Premio
01 oct de 2021 - 31 ago de 2022

Madrid, España

Formación
27 jun de 2022 - 01 jul de 2022

Museo Nacional del Prado / Madrid, España

¿Quieres estar a la última de todas las exposiciones que te interesan?

Suscríbete al canal y recibe todas las novedades.

Recibir alertas de exposiciones