Horizontes Brancos
13
sep 2018
04
oct 2018

Compártelo en redes

Publicada el 26 jul de 2018      Vista 8 veces

Descripción de la Exposición

No próximo dia 12 de setembro, às 19 horas, inaugura a exposição Horizontes Brancos, de Henrique Vieira Ribeiro, no Espaço Camões da Livraria Sá da Costa. Produzida pela Ocupart, esta exposição é composta por trabalhos de vídeo, instalação e pós-fotografia. “talvez o teu sonho sejam as praias soalheiras do sul, as noites quentes e perfumadas e a brisa agitando as palmeiras, mas eu sonho um outro paraíso, sonho horizontes brancos de neve brilhante, sonho bosques onde o sol nunca se põe, sonho montanhas entre o céu e o abismo” In Horizontes Brancos, vídeo, 21 ́29 ́ ́ Em Horizontes Brancos, Henrique Vieira Ribeiro recorre a elementos audiovisuais privados, aos quais associa os objetos originais no seu registo e visionamento, questionando as fronteiras da vida observada como uma narrativa. Assim, são convocadas camadas de retorno (passado, fabulado, graças ao convívio com as imagens originais), de suspensão (presente, instante em que as obras se apresentam) e de re-começo (futuro, resultado das narrativas construídas a partir da fruição destas “novas” imagens). Esta reflexão assenta numa prática situada nos antípodas da apropriação de imagens desalmadas (cuja origem já não se conhece, não possuindo portanto potencial de retorno) testando Henrique os limites do conflito entre o documental e o ficcionado através da identificação do seu autor primário, com quem partilha os créditos desta mostra. A exposição está integrada na programação do Bairro das Artes – A Reentrée Cultural da Sétima Colina de Lisboa, no dia 20 de setembro, com a realização de uma Conversa com o Artista às 19 horas. Poderá ser visitada até 4 de outubro, de segunda a sexta-feira, das 12 às 19 horas, ou noutro horário mediante marcação prévia, no Espaço Camões da Livraria Sá da Costa, localizado na Praça Luís de Camões, 22, 4o dto. HENRIQUE VIEIRA RIBEIRO (Lisboa, 1970), é mestre em Arte Multimédia, vertente de Audiovisuais, pela Faculdade de Belas Artes da Universidade de Lisboa, e licenciado em Arte Multimédia, vertente de Fotografia, pela mesma instituição. Docente convidado na Escola Superior de Arte e Design, Caldas da Rainha (2015/2016 e 2016/2017) nas cadeiras de fotografia, projeto audiovisual e multimédia e desenho digital. Participa, em 2017, na residência artística ResArt Marvão. Na prática autoral, as suas inquietações têm como origem aspetos relacionados com a condição humana, nomeadamente a reflexão acerca da necessidade/desejo de transcendência do ser humano; neste aspeto, o objeto enquanto portador de vida, enquanto testemunho mnemónico, desempenha um papel preponderante. Utiliza a fotografia e o vídeo como media nucleares que, em conjunto com o desenho, formam os seus suportes de eleição; contudo, o resultado final das suas obras tem vindo a adquirir um cariz de instalação. Está representado em várias coleções particulares em Portugal, França e Inglaterra, assim como em instituições como o Museu do Combatente, Galeria Artur Bual e Associação 25 de Abril. Está ainda representado na Fundação Calouste Gulbenkian e na Coleção Figueiredo Ribeiro - Quartel da Arte Contemporânea de Abrantes.

Actualizado

el 07 ago de 2018 por ARTEINFORMADO

Contactar

¿Quieres contactar con el gestor de la ficha?

Descubre más obras en ARTEINFORMADO

{{ artwork.title | limitTo:16 }}, {{ artwork.year }}
{{ artwork.artistName | limitTo:28 }}
Compártelo en redes
Exposición en promoción
20 jul - 23 sep
OUKA LEELE - Hay que jugar al vacío
La Ley de Snell / Madrid, España

Exposición en promoción

ArtCity

Descárgate ArtCity, la app que te dice que exposiciones tienes cerca.

Más información

¡Suscríbase y reciba regularmente nuestro Boletín de Noticias del Mercado del Arte!

Suscribirme
volver arriba