¿Tienes menos de 35 años? ¡Participa en LA ARTEINFORMADA - próxima generación 2020! ¡Visibilízate!
Temporada 2016
Evento finalizado
12
mar 2016
12
may 2016

Compártelo en redes

Cuándo: 12 mar de 2016 - 12 may de 2016
Inauguración: 12 mar de 2016
Dónde: MIS - Museu da Imagem e do Som / Avenida Europa, 158, Jardim Europa / São Paulo, Sao Paulo, Brasil
Organizada por: MIS - Museu da Imagem e do Som, Paço das Artes
Artistas participantes: Raphaela Melsohn
Etiquetas:
Publicada el 26 abr de 2016      Vista 132 veces

Descripción de la Exposición

Paço das Artes exibe a Temporada de Projetos 2016 no MIS O Paço das Artes --instituição da Secretaria de Cultura do Estado de São Paulo-- leva a Temporada de Projetos 2016 para o Museu da Imagem e do Som (MIS), organização parceira do Paço. No dia 12 de abril, a instituição inaugura a mostra investigações em VÍDEO: registro, deslocamento do olhar E FORMAS DE PENSAR, de Raphaela Melsohn, uma das artistas selecionadas deste ano para o programa de fomento, apoio e difusão de jovens artistas, críticos e curadores contemporâneos brasileiros. A exposição reúne os vídeos “É nada”, eu disse, Déjeuner sur Kurosawa, Sobre campos amarelos e Não deu tempo para narrativa. De acordo com a artista, os trabalhos foram feitos sobre a perspectiva de pensar a construção de cenas e narrativa, além de refletir sobre o registro como desdobramento do próprio processo de criação, que mistura referências históricas, da história da arte e do cinema japonês, da colagem e da própria edição de vídeo. “Comecei a filmar quando estava sem espaço físico de ateliê, com isso a câmera se tornou uma espécie de extensão do meu corpo para rever, com uma percepção distinta do meu olhar, pequenas ações, justaposições e sobreposições de elementos”, diz. O trabalho “É nada”, eu disse partiu do registro de uma experiência em ateliê, onde sobre a mesa de trabalho, duas mãos entram em cena: uma coberta com pó de grafite e outra com gesso. Ao som de fundo, elas improvisam uma espécie de dança, enquanto se relacionam com o espaço em que se inserem, limitado pela câmera com um corte retangular. Déjeuner sur Kurosawa parte de uma experimentação sobre o filme Fortaleza escondida, de Akira Kurosawa. A artista grava a ação de aplicar recortes de figuras de uma reprodução impressa de Le déjeunersurl’herbe, de Manet, sobre o filme em movimento. A partir disso, o vídeo se desenvolve e estabelece uma relação entre as figuras e o fundo como paisagem, misturando camadas de imagens em movimento e imagens estáticas. Sobre campos amarelos dá prosseguimento à exploração de procedimentos de Déjeuner sur Kurosawa. Desta vez, a artista partiu de um trecho de outro filme de Kurosawa - Sonhos, em um trecho onde o personagem do filme adentra os quadros da produção de Vincent Van Gogh. Com o mesmo procedimento do filme anterior, a artista aplica reproduções recortadas de fotografias japonesas do início do século XX. Já Não deu tempo para a narrativa tem como base a discussão sobre narrador presente em Textos para nada, de Samuel Beckett. Investigando a narração da imagem e sua relação com o discurso que lhe é atribuída dentro de suas experiências em vídeo. Ao longo do ano, o Paço das Artes exibirá, ainda, os trabalhos dos demais artistas selecionados para a Temporada de Projetos 2016: Bruno Oliveira e Victor Tozarin, Grasiele Sousa e Marina Takami, José Viana (em colaboração com Camila Fialho), Rafael Pagatini e Tiago Mestre. Sobre a artista Raphaela Melsohn é artista, graduanda no bacharelado em Artes Visuais da FAAP. Foi artista residente na Red Gate Residency (Pequim, China, 2016) e participou, dentre outras, das exposições 47a Anual de Arte FAAP (Museu de Arte Brasileira, São Paulo, 2015), Surpraise (Ateliê397, São Paulo, 2015), primeiro de maio (São Paulo, 2015), 3a Edição do Lambe na Laje (Red Bull Station, São Paulo, 2014) e 46a Anual de Arte FAAP (Museu de Arte Brasileira, São Paulo, 2014). Sobre a Temporada de Projetos A vocação experimental do Paço das Artes é constatada principalmente através da Temporada de Projetos, que foi criada com o objetivo de abrir espaço à produção, fomento e difusão da prática artística jovem. Concebida em 1996, a Temporada de Projetos teve sua primeira exposição realizada em 1997 e se tornou, ao longo dos anos, um rico celeiro para a cena da jovem arte contemporânea brasileira. Anualmente, a Temporada abre uma convocatória nacional selecionando nove projetos artísticos e um projeto de curadoria para serem desenvolvidos e produzidos com o respaldo do Paço das Artes. Os selecionados recebem acompanhamento crítico, a publicação de um catálogo sobre suas obras e um cachê de exibição. Desde seu surgimento, quando ainda era bienal (tornando-se anual em 2009), o programa recebeu mais de 5.000 portfólios e contabilizou mais de 250 exposições, possibilitando a emergência de inúmeros artistas, curadores e críticos, muitos deles presentes na cena artística atual. Inúmeros são os nomes de destaque na cena de arte contemporânea, selecionados quando ainda jovens ou em início de carreira para exibir seu trabalho no Paço das Artes por meio da convocatória da Temporada de Projetos. Para além de pretender fazer uma lista excessiva e exaustiva dos artistas que passaram pelo Paço das Artes através da convocatória de projetos o que é possível perceber é a importância de projetos como a Temporada de Projetos no sentido não somente de poder contribuir para alavancar novos nomes no cenário da arte contemporânea, mas de criar condições efetivas para a pesquisa em arte no Brasil. Em 2014, a Temporada de Projetos ganhou destaque com o lançamento da plataforma digital MaPA: http://mapa.pacodasartes.org.br e realização de exposição homônima com curadoria e concepção de Priscila Arantes, na qual foi destrinchada em uma linha do tempo que oferece ao público, de maneira clara, o nome de todos os artistas, curadores, críticos e membros do júri que passaram pela Temporada de Projetos. Em números: são mais de 250 artistas, 15 projetos curatoriais, cerca de 80 críticos de arte e 45 jurados que fizeram, e continuam fazendo, parte dessa história.

Actualizado

el 27 abr de 2016

Descubre más obras en ARTEINFORMADO

{{ artwork.title | limitTo:16 }}, {{ artwork.year }}
{{ artwork.artistName | limitTo:28 }}
Compártelo en redes
10 oct - 31 oct
Certamen en León, España
ArtCity

Descárgate ArtCity, la app que te dice que exposiciones tienes cerca.

Más información

¡Suscríbase y reciba regularmente nuestro Boletín de Noticias del Mercado del Arte!

Suscribirme
volver arriba