Exposición en Rio de Janeiro, Brasil

VESTÍGIOS

Dónde:
Centro Cultural Correios - Rio de Janeiro / Rua Visconde de Itaboraí, 20 - Centro / Rio de Janeiro, Brasil
Cuándo:
19 may de 2021 - 04 jul de 2021
Inauguración:
19 may de 2021 / 17h
Horario:
segunda a sexta-feira, das 12h às 19h
Precio:
Entrada gratuita
Comisariada por:
Organizada por:
Artistas participantes:
Enlaces oficiales:
Web  Blog 
Teléfonos:
+55 21 2018-5570 (Tel/WhatsApp)|+55 21 2253-1580
Correo electrónico:
tetediasleite@crio.gallery
Promociones arteinformado
Descripción de la Exposición
Tete Dias Leite inaugura versão virtual e proporciona uma experiência imersiva phygital da exposição 'VESTÍGIOS‘, no Centro Cultural Correios RJ Centro Cultural Correios RJ inova e expande mostra do físico para o digital, apresentando pinturas com tessituras históricas vividas e imaginárias da artista carioca. Por meio de um entrelaçamento entre o real e ficcional, Tete Dias Leite apresenta ‘VESTÍGIOS’, sua nova individual com curadoria de Patricia Toscano, em exibição presencial até 4 de julho de 2021, no Centro Cultural Correios RJ. A mostra agora expande e lança a sua versão digital acessível também em realidade virtual VR, proporcionando uma experiência imersiva da exposição ao público através dos smartphones, tablets, computadores ou smart tv. Nessa mostra híbrida com versão física e agora digital, acessível através desse link (https://vestigios.crio.gallery), a artista apresenta um corpo de trabalho com pinturas de grandes e médios formatos criadas em seu ateliê no Rio durante o período pandêmico de 2019 ... a 2021. O trabalho prima pelo despertar dos sentidos, misturando aspectos técnicos da pintura clássica aos temas contemporâneos. Os trabalhos apresentam tessituras históricas vividas e imaginárias através de enquadros cromáticos de luz e sombra. Paulatinamente da interioridade e subjetividade expressa através de suas pinceladas, a artista liberta de padrões e amarras temporais, persegue uma tensão emocional no desvelar de si mesma, do outro, do cotidiano e do próprio mundo como resultado de sua mais recente produção plástica. Tal plasticidade revelada em signos, corpos e objetos metafóricos nos remete a um jogo alusivo de desvendar o indecifrável. De uma paradoxal busca, surgem cenas que emergem do cruzamento de fronteira entre a observação do 'modelo externo' e símbolos que fluem do in/subconsciente e evoca um olhar psíquico do público. Entre os principais campos de aplicação da realidade virtual está o mercado de arte. A possibilidade de visitar uma exposição tradicional de arte em realidade virtual proporcionando uma experiência imersiva 3D ao público, está revolucionando a arte de várias maneiras. Graças à realidade virtual com visualização 360º, é possível realizar um tour visitando a exposição ’VESTÍGIOS’ que acontece no Centro Cultural Correios RJ, de qualquer lugar do mundo, mesmo sem sair de casa. Neste contexto de transformação do setor cultural, a exposição realizada em uma instituição cultural tradicional, inova e oferece uma atmosfera phygital de experiência imersiva. A mostra utiliza um sistema revolucionário de "captura de realidade" tudo-em-um para criar experiências de Realidade Virtual (VR) 3D realistas e interativas, com um conceito simples, mas revolucionário que realiza varreduras tridimensionais das obras e seu espaço expositivo para, então espelhar virtualmente e compartilhá-las através da nuvem. “Do mesmo modo que suas imagens vívidas e enigmáticas estabelecem diferentes narrativas, colocando em xeque os limites entre o real e ficcional, a cor em suas obras possui dupla função, entre a criação da atmosfera psíquica e o estabelecimento do espaço pictórico passíveis da nossa própria 'anunciação'. Portanto, ‘VESTÍGIOS’ é um convite à introspectiva prática experimental lógico-reflexiva da observação. O desafio se dá em uma narrativa particular, que só se conclui no olhar do espectador. Envolver os universos offline e online em uma só experiência de jornada phygital híbridizada integrada ao público, torna a fruição poética mais ainda intimista e acessível, consciente e adaptada às novas realidades pandêmicas, expandindo fronteiras indo além da esfera local e recursos tecnológicos. Não é a o público que vai até a obra, mas a obra que vai de encontro o público. Além de experiência, arte é tecnologia.” diz Patrícia Toscano, curadora e crítica de arte, especializada em conectar os ecosistemas da arte, tecnologia e inovação. Tete Dias Leite é formada em Belas Artes pela UFRJ e Filosofia pela PUC-RJ, pós-graduada em pintura, restauração e conservação na Universita-Internazionale Dell’Arte, em Florença – Itália. Estudou no Parque Lage durante os anos 70 e 90 com artistas como Celeida Tostes, Suzana Queiroga e Anna Bella Geiger. Além de dar aulas de pintura e aquarela, sua experiência a permitiu restaurar importantes coleções nacionais e internacionais, como a Coleção Roberto Marinho. Ao longo de sua trajetória artística, expôs em feiras, salões, galerias e instituições de arte. Suas obras fazem parte de relevantes coleções no Brasil, EUA e Canadá. A visitação da mostra é livre e gratuita e o funcionamento da versão física é de terça-feira a sábado, de 12:00 às 19:00 no CCCRJ, Rua Visconde de Itaboraí 20 - Centro, seguindo todos os protocolos de higienização, segurança e prevenção do COVID19 e digital através de https://vestigios.crio.gallery. SOBRE A ARTISTA Tete Dias Leite, brasileira, nasceu no Rio de Janeiro em 1955, onde vive e trabalha no seu atelier. Suas pinturas a óleo têm em comum a visão do cotidiano urbano onde abrem-se brechas entre o imaginário e a realidade. A paisagem urbana é o cenário do inconsciente. Algumas de suas obras nos remetem a Jung, Caravaggio, William Blake e Bosch. Suas pinturas é um convite a reflexão sobre o nosso próprio psiquismo. Estudou no Parque Lage durante os anos 70 e 90 com artistas como Celeida Tostes, Suzana Queiroga e Anna Bella Geiger. É formada em Belas Artes pela UFRJ e Filosofia pela PUC-RJ, pós-graduada em pintura e teoria e prática de restauração e conservação na Universita-Internazionale Dell’Arte, em Florença - Itália, em 1980. De 2012 a 2019 deu aulas de pintura e aquarela. Seu grande domínio do pensamento e prática da pintura aliada a experiência em conservação e restauração de pinturas a permitiu restaurar importantes coleções nacionais e internacionais, como a Coleção Roberto Marinho. Como artista, tem vasta trajetória em exposições, feiras e salões de arte. Suas obras fazem parte de relevantes coleções no Brasil, EUA e Canadá. SOBRE A CURADORA Patricia Toscano é curadora, crítica e art advisor. Escreve e possui textos publicados, realiza consultorias, projetos, exposições e experiências imersivas. Fundadora da CRIO.ART | #artplatform, estrategista polímata especializada em conectar os ecossistemas da arte, tecnologia e inovação, com expertise em economia criativa, antropologia do consumo, pesquisa e análise de tendências disruptivas, inteligência de mercado e transformação digital. Formada em Design com pós-graduação em curadoria e crítica de arte pelo Instituto Universitário de Pesquisas do Rio de Janeiro (IUPERJ) e EAV Escola de Artes Visuais do Parque Lage; especialização em Design Thinking e Tecnologia; Empreendedorismo e Inovação; MBA em Ecommerce e em planejamento estratégico e gestão de projeto e novos modelo de negócios digitais. Em 2014 foi premiada pela Shell Live Wire com reconhecimento da UNESCO e UBI Index. Reconhecida também como um dos TOP10 entre os 100 projetos e modelos de negócios promissores pelo Movimento 100 Open Startups Innovation e pelo Rio Criativo | Startup Rio da Secretaria de Ciência, Tecnologia e Inovação do Governo do Estado e programa Inovativa Brasil do Ministério da Economia de 2015 a 2017. Na arte, estudou filosofia, psicanálise, crítica e história da arte e sua formação foi com mestres consagrados, como Paulo Sérgio Duarte, Fernando Cocchiarale, Anna Bella Geiger e Max Perlingeiro. Ao longo de sua trajetória realizou mais de 40 projetos e negócios estratégicos híbridos no Brasil e no exterior com diversos artistas, galerias, instituições e organizações nas esferas públicas e privadas como: Secretária de Cultura do Estado do Rio de Janeiro, Secretaria de Cultura do Município, Museu e Centro Cultural Correios, Ministérios das Comunicações do Governo Federal, Casa de Cultura Laura Alvim, Midrash, Petrobras, Bradesco, SulAmerica, Sebrae, Redetec, W/Brasil, F/Nazca, Thales Group, Bioargo Group, Actelion, Alupar, Claro, Skol, Nike, Itaú, Pampers, Globo, Merk, Agência Nacional, Abdan, entre outras. Seus mais recentes trabalhos e realizações em exposições individuais e coletivas, leilões e projetos de arte entre 2017/2020: 'Contrapontos' – SV Gallery NY e SP; 'Pincel Oriental' – Centro Cultural Correios RJ; 'L’Arte il senso dela vitta' – Museu Correios Brasília; 'Abstracionismo Geométrico Absoluto' – Círculo Ítalo Brasileiro/Embaixada e Consulado Italiano SC; 'O Negócio da Alma' – Centro Cultural Correios RJ; 'Intersecções Poéticas' – curadoria em conjunto com Fernando Cocchiarale e participação de Anna Bella Geiger como artista convidada, no Pier Mauá; 'Diversidade e Contaminação' – Centro Cultural Correios RJ; leilão 'Arte Que Nos Une' e projeto 'Fotos Pro Rio'. SOBRE O ESPAÇO O Centro Cultural Correios Rio de Janeiro está localizado na Rua Visconde de Itaboraí, 20, no centro da cidade. Integra o Corredor Cultural, tendo como vizinhos a Casa França Brasil, ao lado, e o Centro Cultural do Banco do Brasil, defronte. O imóvel foi inaugurado em 1922. As linhas arquitetônicas da fachada, em estilo eclético, caracterizam o prédio do início do século, construído para sediar uma escola do Lloyd Brasileiro. Mas isto não ocorreu e o prédio foi utilizado, por mais de 50 anos, para funcionamento de unidades administrativas e operacionais dos Correios. Na década de 80, o imóvel foi desativado para reformas, sendo reaberto em 2 de junho de 1992, parcialmente restaurado, para receber a "Exposição Ecológica 92", evento integrante do calendário da Conferência das Nações Unidas sobre Meio Ambiente - RIO 92. Desde então, o Centro Cultural Correios vem marcando a presença da instituição na cidade com promoção de eventos em áreas diversas, como teatro, vídeo, música, artes plásticas, cinema e demais atividades voltadas à integração da população carioca com formas variadas de expressão artística. Suas instalações, adequadas à realização de diversificada programação, ocupam integralmente os 3.480m2 da área do prédio. O Centro Cultural Correios Rio de Janeiro é dotado de três pavimentos interligados por um elevador, também do início do século, de onde se pode ter uma visão panorâmica de todo o ambiente interno. No andar térreo, está localizado o Teatro com 320 m² e capacidade para 200 pessoas. Também no térreo há uma Galeria de Arte para pequenas mostras. No segundo e terceiro pavimentos, estão localizadas dez salas de exposições, com infraestrutura e iluminação propícia a eventos de grande porte. O Centro Cultural Correios dispõe também de um Bistrô, que funciona durante o horário de realização dos eventos. A Praça dos Correios - uma área aproximada de 1,3 mil m² ao ar livre, com espelho d'água e suporte de uma concha acústica, que pode receber um público numeroso para eventos a céu aberto. O local em média anual, recebe um público 400 mil visitantes e promove cerca de 50 eventos, com atrações variadas de teatro, música, dança, cinema e vídeo, além das exposições de diversos tipos de arte.

 

 
Imágenes de la Exposición
VESTÍGIOS

Entrada actualizada el el 10 jun de 2021

¿Te gustaría añadir o modificar algo de esta ficha?

Infórmanos si has visto algún error en este contenido o eres este artista y quieres actualizarla. O si lo prefieres, también puedes ponerte en contacto con su autor. ARTEINFORMADO te agradece tu aportación a la comunidad del arte.

¿Quieres estar a la última de todas las exposiciones que te interesan?

Suscríbete al canal y recibe todas las novedades.

Recibir alertas de exposiciones

servicio galería de obra

¡Difunde tu obra en la mayor plataforma iberoamericana de arte!

  • Publica y difunde tus obras o las de tus artistas, enlazándolas con las exposiciones y ferias donde se presentan ¡Multiplicarás su visibilidad!
  • No cobramos comisión por venta. Solo facilitamos el contacto de tus clientes potenciales contigo.
  • Mostramos tus obras de forma natural, sugiriéndolas a nuestros usuarios por similitud de etiquetas, proximidad…
  • Las 5 primeras las tienes GRATIS ¡Pruébalo sin compromiso!
Promociones arteinformado
Exposición Online
25 mar de 2021 - 25 jun de 2021

Online

Exposición
11 jun de 2021 - 06 feb de 2022

Museo Guggenheim Bilbao / Bilbao, Vizcaya, España

Premio
15 ene de 2021 - 31 ago de 2021

Madrid, España

Formación
26 may de 2021 - 14 jun de 2021

Museo Nacional Centro de Arte Reina Sofía (MNCARS) / Madrid, España

¿Quieres estar a la última de todas las exposiciones que te interesan?

Suscríbete al canal y recibe todas las novedades.

Recibir alertas de exposiciones