Residencia: Reside en Rio de Janeiro, Brasil
Enlaces oficiales Linkedin 
Publicada el 11 ene de 2021      Vista 6 veces

Descripción del Profesional del arte

Jornalista e publicitária pela Escola de Comunicação da Universidade Federal do Rio de Janeiro, Maria Arlete Gonçalves dirigiu o Museu do Telephone de 1997 a 2000. Em 2001, participou da criação do Instituto Telemar, atual Oi Futuro, onde atuou como diretora de cultura por 12 anos. Em 2013, desligou-se da direção do Oi Futuro e criou a MAG Consultoria, voltada para institutos, fundações, organizações, artistas e coletivos na criação, desenvolvimento e implantação de ações estratégicas nas áreas da economia criativa, com ênfase na cultura, arte, comunicação e sustentabilidade. Desde então, entre outras atividades, fez a conceituação e o desenvolvimento do programa de arte/educação da Casa Roberto Marinho; a curadoria e elaboração da e-trilha Eu, Cultura, do Instituto Natura; planejamento de comunicação e conteúdo do Instituto Brasileiro do Audiovisual/ Escola de Cinema Darcy Ribeiro; e consultoria e elaboração do programa MAR+5 do Museu de Arte do Rio. Em 2018 foi curadora da exposição “Celacanto”, do fotógrafo Odir Almeida, no Oi Futuro, no Rio, e em 2019 foi cocuradora da exposição “Una(S)”, em Buenos Aires. Em 2019, participou da elaboração do Plano de Trabalho MAR/BNDES, para a criação da Bienal Internacional do Rio – Arte, Natureza,Tecnologia.

Actualizado

el 11 ene de 2021

Exposiciones comisariadas

Anna Carolina Albernaz - Pré pandemia, “Costurar é um ato de amor II”, s/d (sem data), xilogravura a cores sobre folha de moldes de costura, 42 x 52 cm. Número de tiragem: P/A (prova de artista). Crédito Imagens – Beto Felício
Vigente
13 ene de 2021 - 28 mar de 2021

Una(S)+

Oi Futuro - Flamengo / Rio de Janeiro, Brasil


Compártelo
volver arriba