Enseña tus OBRAS en ARTEINFORMADO. ¡Cada día, más personas las miran!
Nacimiento: 1942 en Brasil
Residencia: Reside en Brasil
Galerías y otras organizaciones que le representan: Galeria Leme
Organizaciones con obra: Pinacoteca de São Paulo
Publicada el 03 jun de 2014      Vista 155 veces

Descripción del Artista

Nádia Taquary apresenta esculturas, objetos-esculturas, instalações e vídeo-instalações que retratam a cultura religiosa afro-baiana, sua história e identidade, a partir de sua pesquisa sobre a joalheria Afro-Brasileira, a chamada “Joalheria Crioula”, e sua relação com os adornos corporais de povos africanos. Foi neste encontro com a história baiana ligada à identidade, afirmação, religiosidade e liberdade que a artista construiu sua poética de reencontro com a ancestralidade. Suas obras já fizeram parte de exposições coletivas como "Entre o Aiyê e o Orun” na Caixa Cultural de Salvador (2019, Salvador, Brasil); Histórias Afro-atlânticas”, MASP (2018, São Paulo, Brasil); “Mulheres no MAR”, MAR (2018, Rio de Janeiro, Brasil); “Axé Bahia: The Power of Art in an Afro-Brazilian Metropolis”, Foweler Museum (2017, Los Angeles, EUA); III Bienal da Bahia (2014, Salvador, Brasil), entre outras. Em 2011, realizou sua primeira exposição individual “A Bahia Tem…”. No Museu Carlos Costa Pinto (Salvador, Brasil). Sua última exposição individual, “Oriki, bowing to the head”, foi apresentada na Bakehouse Art Complex (2019, Miami, EUA) como parte do The55project, que desenvolve projetos artísticos para promover artistas brasileiros nos Estados Unidos.

Actualizado

el 16 nov de 2020

Exposiciones en las que ha participado como artista

Ayrson Heráclito | "Desenhos da liberdade - carta de liberdade da escrava Caetana" (2019)
29 jun de 2019 - 03 ago de 2019

Nádia Taquary e Ayrson Heráclito

Galería Leme/AD / São Paulo, Sao Paulo, Brasil

Nádia Taquary - Oriki, saudação à cabeça
23 sep de 2016 - 11 nov de 2016

Oriki, saudação à cabeça

Espaço Expositivo 321 Jacarandá / São Paulo, Sao Paulo, Brasil

Tempo e linguagens
Desde 07 nov de 2015

Tempo e linguagens

Paulo Darzé Galeria de Arte / Salvador, Bahia, Brasil


Compártelo
Noticias relacionadas
volver arriba