Algunas EXPOSICIONES te ofrecen una VISITA VIRTUAL a sus OBRAS. ¡Esta es una de ellas!
Cristina Garrido, An Art of Microseconds — Cortesía de 3+1 Arte Contemporânea
27
sep 2018
10
nov 2018

Compártelo en redes

Cuándo: 27 sep de 2018 - 10 nov de 2018
Inauguración: 27 sep de 2018 / 19:00
Precio: Entrada gratuita
Dónde: 3+1 Arte Contemporánea / Largo Hintze Ribeiro 2E-F / Lisboa, Portugal
Organizada por: 3+1 Arte Contemporánea
Artistas participantes: Cristina Garrido
Publicada el 06 sep de 2018      Vista 23 veces

Descripción de la Exposición

A galeria 3+1 Arte Contemporânea anuncia "An Art of Microseconds", a mais recente exposição individual de Cristina Garrido (Madrid, 1986), a sua segunda na galeria. O trabalho de Cristina Garrido possui um olhar crítico e um profundo interesse no mundo da arte contemporânea, o modo como este opera, os seus agentes e códigos. Esta exposição apresenta uma série de obras que revelam este interesse pelo estado actual da arte, focando-se na feira de arte e em como, nos últimos anos, esta se tornou no principal propulsor, não apenas da distribuição, mas também da produção e recepção da obra de arte. "Como devemos confrontar esta nova instituição artística, a Feira de Arte? E como é que este contexto de apresentação de obras modifica o conteúdo das mesmas?", questiona a artista. Cristina Garrido não acredita que o objecto de arte seja impermeável face ao espaço onde é exposto. Exceptuando as obras site-specific, a percepção de uma obra poderá ser diferente dependendo do contexto da sua apresentação, e este contexto poderá até afectar como e porquê o artista produz um trabalho, por exemplo, para uma feira de arte. Ambos os projectos apresentados nesta exposição observam dois momentos da História da Arte em que a narrativa era ligeiramente diferente. A série "Risk Management Paintings" examina a Abstração Geométrica. Aparentam ter apenas preocupações formais, mas escondem gráficos que remetem para os diferentes factores económicos envolvidos na indústria da feira de arte - tais como despesas de transporte, o preço do stand, viagens e alojamento - e como estes desempenham um papel na percepção da obra - neste caso, um pequeno monocromático branco. Os quadrados concêntricos e a tela branca no meio procuram colocar em jogo o discurso financeiro, estatístico e pictórico. O video "Boothworks" considera a arte produzida nas décadas de 1960 e 1970 - as origens da "arte contemporânea" - e ironicamente articula os ideais utópicos desta altura com a actual era das feiras de arte. "Boothworks" é um documentário ficcional no qual o narrador, vindo de um futuro incerto, descreve um modo de arte internacional dos anos 2010s. Este novo modo, levado a cabo pelos galeristas da altura, elevou o stand a um suporte artístico, e a feira de arte ao seu espaço de exposição. "Booth art", como o narrador a denomina, era nómada e portátil, "anti-galeria", efémera, performativa, site-specific e tinha como intuito resistir à comoditização... No entanto, o narrador problematiza este modo artístico desafiante ao questionar a sua relação com o capitalismo, o seu impacto social, o desvio do foco no objecto de arte para o seu contexto, os fins institucionais e curatoriais que promoveram estas práticas e como a figura do crítico de arte se tornou supérflua sob estas novas circunstâncias. Cristina Garrida (Madrid, Espanha, 1986) é uma artista baseada em Madrid. Tenda estudada Belas Artes na Universidade Complutense de Madrid (2004-2009) e Camberwell College of Arts (2007-2008), obteve o seu MFA Fine Art na Wimbledon College of Art (2010-2011) com uma bolsa da Fundació "la Caixa" para estudos em pós-graduação no Reino Unido. Foi galardoada com o prémio Generación 2015 Progectos de Arte Fundación Montemadrid (2015), a Fundación Botín Visual Arts Grant (2017-2018) e o ARCO Prize for Young Artists (2018). O seu trabalho foi exposto internacionalmente, nomeadamente em: Centro de Arte Andaluz (CAAC) (Sevilha), Centrale for Conternpororg Art (Bruxelas); Conternpororg Art Museum of Estonia - EKKM (Tallinn); CITY GALLERY des Kunstverein Wolfsburg (Wolfsburg); CentroCentro (Madrid); I' ISELP - institut supérieur pour l'étude du langage plastique (Bruxelas); Espacio Odeón (Bogotá); Fundación Luís Soane (A Coruiia); Centro de Desarrollo de las Artes Visuales (La Habana); Galerie im Taxispalais (Innsbruck); SESC Sorocaba (Sorocaba/ São Paulo); La Casa Encendida (Madrid); Lugar a Dudas (Cali); Banner Repeater (Londres); Spike lsland (Bristol); Matadero (Madrid) e AKV St. Joost (Den Bosch), entre outros. Foi, recentemente, artista em residência na Casa Maauad (Cidade do México), Artista X Artista (Havana) e: BAR I L Galler!J (Cluj-Napoca).

Actualizado

el 11 oct de 2018 por ARTEINFORMADO

Contactar

¿Quieres contactar con el gestor de la ficha?

Descubre más obras en ARTEINFORMADO

{{ artwork.title | limitTo:16 }}, {{ artwork.year }}
{{ artwork.artistName | limitTo:28 }}

Noticias relacionadas

Compártelo en redes
Traducción e interpretación
ArtCity

Descárgate ArtCity, la app que te dice que exposiciones tienes cerca.

Más información

¡Suscríbase y reciba regularmente nuestro Boletín de Noticias del Mercado del Arte!

Suscribirme
volver arriba