Enseña tus OBRAS en ARTEINFORMADO. ¡Cada día, más personas las miran!
Equimose
Evento finalizado
28
jun 2019
28
sep 2019

Compártelo

Cuándo: 28 jun de 2019 - 28 sep de 2019
Inauguración: 28 jun de 2019
Dónde: Galeria Graça Brandão / Rua dos Caetanos, 26 (Bairro Alto) / Lisboa, Portugal
Organizada por: Galeria Graça Brandão
Artistas participantes: Frederico Brízida
Enlaces oficiales Web 
Etiquetas:
Publicada el 07 jul de 2019      Vista 27 veces

Descripción de la Exposición

Porque chora Eros? Uma pergunta à qual Bataille não quis (ou não soube) responder, esforçando-se por prolongar a insondabilidade dessa entidade-força, da sua mística e da sua tragédia. Sempre enevoada a certeza de uma resposta – e daí toda a sua latência e atracção – posso, contudo, arriscar que é por chorar que Eros pode saber-se corpo e participar assim no corpo de outros, nos corpos do mundo, vertendo-se, em lágrimas, da sua altura de deus para o plano dos mortais, esses que verdadeiramente nada compreendem sobre a existência que os anima. Assim o ser de Eros se desfaz noutros rios, noutros corpos, tudo diluindo e misteriosamente aproximando. E assim também o nosso: “um corpo, um rio”, como o sabia Eugénio de Andrade. Um corpo que, intimamente ligado a esse primordial rio de lágrimas, irrompe pela terra – reino das imagens -, enigmaticamente fustigado pelo movimento das suas correntes. É nessa terra que se desenha, que se define em paisagem, trespassando as imagens que também o trespassam e largam nele, como memória, os seus sedimentos. O leito e as margens desse rio, que o moldam e por si são moldados, são o registo da sua passagem. Sempre tensa, ainda que irreprimível (aí está a sombra de Eros), por vezes violenta, outras, calma, feita de ondulações inconstantes, declives inesperados e redemoinhos momentâneos.

Actualizado

el 30 sep de 2019