¿Quieres conocer las exposiciones en que participan l@s artistas que te interesan? ¡Siguel@s!
Formas, fluídos e fragmentos
18
may 2019
08
jun 2019

Compártelo en redes

Cuándo: 18 may de 2019 - 08 jun de 2019
Inauguración: 18 may de 2019 / 11:00
Dónde: Galeria Kogan Amaro / Alameda Franca, 1054 – Jardim Paulista / São Paulo, Sao Paulo, Brasil
Comisariada por: Ana Carolina Ralston
Organizada por: Galeria Kogan Amaro
Artistas participantes: Conrado Zanotto, Patricia Carparelli
Enlaces oficiales Facebook 
Etiquetas:
Publicada el 13 may de 2019      Vista 5 veces

Descripción de la Exposición

Nas telas de Patricia Carparelli, as cores ganham formas como fluxos do inconsciente. O espectador pode enxergar figuras isoladas que, ao serem vistas no todo, revelam-se memórias e cores diversas que se entrelaçam, fazendo conexões entre o universo onírico e a realidade. A água e o tempo, dois de seus importantes pontos de partida, tomam formas por meio das tonalidades fluídas e aquareladas que pinta diretamente na tela, sem precisar de rascunhos. Se tivessem som, as pinturas a óleo da paulistana emitiriam o barulho do mar, que pode remeter ao útero materno – espaço de aconchego das dores humanas e onde a luz transpassa de forma delicada e solar. “A união entre o universo aquático e o terreno – se deixarmos o corpo flutuar nas águas, ora emerso, ora submerso – é uma das sensações que surgiram como ponto inicial de Carparelli para desenvolver seu fluxo artístico ainda pequena”, pontua a curadora. “Suas pesquisas estão focadas nas relações entre experimentações clínicas e terapias diversas – tais como arte terapia ou pensamentos de Carl Jung”, complementa Ralston. A fluidez de Patricia Carparelli envolve uma das impactantes esculturas de Conrado Zanotto, erguida no meio do espaço expositivo. Chifres, Ossos, Falos, Orifícios, Entranhas…, parte da série desenvolvida pelo artista intitulada Empíricos, reúne cerca de 150 peças feitas em argila e porcelana. O projeto tomou corpo a partir de formas orgânicas, que passaram a conversar entre si, e se revelaram em encaixes imperfeitos. A partir do princípio da coexistência, Zanotto decidiu juntar cada fragmento em uma experiência de montagem – nenhum deles alcançará o formato e os encaixes de outro, transformando-se em experimentações únicas.

Actualizado

el 16 may de 2019

Descubre más obras en ARTEINFORMADO

{{ artwork.title | limitTo:16 }}, {{ artwork.year }}
{{ artwork.artistName | limitTo:28 }}
Compártelo en redes
20 jun - 23 jun
Exposición en Festiarte / Marbella, Málaga, España
ArtCity

Descárgate ArtCity, la app que te dice que exposiciones tienes cerca.

Más información

¡Suscríbase y reciba regularmente nuestro Boletín de Noticias del Mercado del Arte!

Suscribirme
volver arriba