Exposición en Porto, Portugal

id

Dónde:
Galeria 111 - Porto [ESPACIO CERRADO] / Rua D. Manuel II, 246 / Porto, Portugal
Cuándo:
21 ene de 2012 - 03 mar de 2012
Inauguración:
21 ene de 2012
Organizada por:
Artistas participantes:
Enlaces oficiales:
Web 
Promociones arteinformado
Descripción de la Exposición
En esta exposición, el artista presenta un conjunto de fotografías de la continuación del trabajo presentado en el Salón Blanco del Museo de la Ciudad (Lisboa, 2011) y una instalación de una serie de pequeños dibujos de grafito sobre madera, a partir de imágenes de aficionados publicados en línea en las redes sociales.

-------------------------------------------------------

-------------------------------------------------------

Neste conjunto de trabalhos inéditos Pedro Gomes (Nampula, Moçambique, 1972) partiu de imagens de grande consumo: descaracterizadas, de leitura unidimensional, fundadas na expetativa de um público e em práticas cuja dimensão nunca é totalmente inofensiva. Estamos no campo da manipulação; a leitura destas imagens é tão fina, tão sofisticada, tão kitsch, que a sua própria existência entrou há muito no reino da fantasia. Ao remetê-las para uma corporalidade em id, Pedro Gomes quer re-inverter, subverter o seu sentido. A passagem da técnica à abordagem manual ... das imagens leva-nos assim a um outro tipo de perceção sobre elas, do cliché à origem, do estereótipo à singularidade, do travesti à pessoa.

 

São imagens que entraram desde há muito no nosso jogo de perceção: a ideia de juventude; a ideia de felicidade; a ideia de tristeza; a ideia de capital; a ideia de inocência; a ideia de guerra, etc. Exemplares recetores-emissores, a sua incessante produção distancia-nos do questionamento que lhes é inato, do seu significado, criando no limite uma barreira que neutraliza a nossa relação com o tempo. É o espaço da leitura única, da familiaridade, que evidencia uma tendência para imprimir às grandes banalidades da vida um caráter venerável ou sublime.

 

Quando em 19231 Freud recupera de Georg Groddeck o termo id, define-o como uma das estruturas da mente, um instinto primitivo que estimula o Ego para a busca de um equilíbrio perdido, ou para simplificarmos, para a busca de prazer. Freud esclarece ainda que a satisfação de que o Ego necessita, pode ser realizada através do recurso à fantasia (Phantasie em alemão), isto é, sem ter correspondente na ação. Para o id, o exercício da ficção, enquanto simulação e enquanto criação, é indispensável.

 

Pele, dinheiro, natureza, drogas, multidões. Readquiridas, ampliadas e sobretudo rasgadas, Pedro Gomes interroga o sentido de limite destas imagens e de todas as que na sua senda povoam a contemporaneidade. E propõe que olhemos para elas como paisagens. Criando espaço, o caráter tensional destas imagens dá lugar à contemplação. Somos forçados a parar e a reavaliar algo que contudo é imediatamente reconhecível, e a fazer face a toda uma série de significados que não pertencem apenas ao domínio do pictórico.

 

Duas séries de trabalhos são apresentadas: uma de desenhos a grafite sobre madeira que dá o nome à exposição e uma série de fotografias na continuação do trabalho apresentado em maio no Pavilhão Branco do Museu da Cidade.

 

PEDRO GOMES vive e trabalha em Lisboa.

 

Realizou o Mestrado em Escultura no Chelsea College of Art, em Londres e estudou Artes Plásticas no Ar.Co - Centro de Arte e Comunicação Visual em Lisboa. Expõe individualmente desde 2001, de onde se destacam: Campo Grande, Pavilhão Branco do Museu da Cidade (2011); Amnésia, Galeria 111, Lisboa e Porto (2009); TEC. (2008), no Museu da Eletricidade, Lisboa; From Combat to Leisure (2008), Museu de Arte Contemporânea de Elvas; Imagens Impressas (2007), Galeria Filomena Soares, Lisboa; Ter (2005), Museu Nacional de Arte Antiga (Lisboa) e Museu Grão Vasco (Viseu),; Controle Remoto (2001), Museu de Arte Contemporânea, Funchal. O seu trabalho encontra-se presente em diversas coleções públicas, tais como: Fundação Calouste Gulbenkian, Coleção António Cachola, Coleção EDP, Museu de Arte Contemporânea (museumac) e Coleção Manuel de Brito.

 

 

 
Imágenes de la Exposición
Pedro Gomes, sem título id 53, 2011, grafite sobre madeira, 19,5x29,5 cm

Entrada actualizada el el 26 may de 2016

¿Te gustaría añadir o modificar algo de esta ficha?

Infórmanos si has visto algún error en este contenido o eres este artista y quieres actualizarla. ARTEINFORMADO te agradece tu aportación a la comunidad del arte.

¿Quieres estar a la última de todas las exposiciones que te interesan?

Suscríbete al canal y recibe todas las novedades.

Recibir alertas de exposiciones

Servicio Patrocinio

¡Hazte mecenas de nuestro contenido más exlusivo!

  • Libera contenidos PREMIUM de acceso restringido a más de un millón y medio de usuarios anuales. ¡Gracias a ti, los amantes del arte estarán mejor informados!
  • Difunde tus servicios a nuestra red de profesionales a través de un mensaje personalizado sobre tu marca o propuesta.
  • ¡Te garantizamos un número mínimo de impresiones!
  • Tu página personal o ficha aparecerá enlazada en la página patrocinada, y también podrás mostrar contenido relevante tuyo (obras, eventos, artistas…) a toda nuestra comunidad.
Promociones arteinformado
Exposición Online
02 oct de 2020 - 02 oct de 2030

Online

Exposición
10 ene de 2022 - 21 ene de 2022

Fundación BilbaoArte Fundazioa / Bilbao, Vizcaya, España

Premio
20 dic de 2021 - 18 feb de 2022

Vitoria-Gasteiz, Álava, España

Formación
24 feb de 2022 - 25 feb de 2022

Museo Nacional Centro de Arte Reina Sofía (MNCARS) / Madrid, España

¿Quieres estar a la última de todas las exposiciones que te interesan?

Suscríbete al canal y recibe todas las novedades.

Recibir alertas de exposiciones