Toz - Cultura Insônia - Marcha do Povo Insônia (2015) - Foto © Henrique Madeira — Cortesía de CAIXA Cultural Rio de Janeiro
¡Últimos días!
30
may 2018
26
ago 2018

Compártelo en redes

Cuándo: 30 may de 2018 - 26 ago de 2018
Inauguración: 29 may de 2018 / 18:00
Horario: de terça-feira a domingo, das 10h às 21h
Precio: Entrada gratuita
Dónde: Caixa Cultural Rio de Janeiro / Avenida Almirante Barroso, 25 / Rio de Janeiro, Brasil
Organizada por: Caixa Cultural
Artistas participantes: Tomaz Viana - Toz
Etiquetas:
Publicada el 16 may de 2018      Vista 49 veces

Descripción de la Exposición

Um dos principais nomes da arte urbana, Tomaz Viana, o Toz, criou, em 2010, o personagem que se tornaria um dos mais significativos entre suas obras: Insonia, uma entidade noturna e onipresente. Essa figura mítica, inspirada nas forças da natureza, ganha novos contornos e uma cultura própria na exposição individual TOZ - Cultura Insonia, que fica em cartaz na CAIXA Cultural Rio de Janeiro de 29 de maio a 26 de agosto de 2018. O projeto tem patrocínio da Caixa Econômica Federal e do Governo Federal. A mostra apresenta trabalhos – alguns deles inéditos – que revelam os integrantes dessa civilização e suas influências, o desenvolvimento de sua cultura, a relação com sua história, sua genealogia e o vínculo com novas raízes. O público poderá conferir 10 telas e esculturas de materiais diversos, manequins especialmente criados para este projeto com pinturas e figurino pensados e elaborados pelo artista e sua equipe, além de duas instalações, sendo uma delas interativa para o público. Como parte da programação, a CAIXA Cultural Rio de Janeiro recebe Toz nos dias 16 de junho, 14 de julho e 18 de agosto (sábados) para uma visita guiada junto ao público (horários a confirmar). “Meu objetivo com essa exposição é provocar reações. Acho que a arte tem que cumprir esse papel. Ela deve causar qualquer tipo de reação, seja de carinho, de amor, de raiva, e também propor uma reflexão”, afirma Toz. Na tentativa de construir um elo entre presente e passado, a mostra vai abordar questões atuais como tolerância, diversidade, desigualdade e, também, pertencimento, sincretismo, ressignificação, afetividade, memória, ancestralidade. Em exposições anteriores, o artista retratou as origens do personagem e do Povo Insonia, partindo do indivíduo para, então, explorar sua genealogia ancestral e a fundação das suas memórias. Nessa nova mostra, Toz retrata o processo natural de novas descobertas em torno da diversidade desse povo. Ele preenche suas obras com a história dessa civilização imaginária e a natureza que a cerca, ao passo que evidencia sua cultura e miscigenação, atravessadas pelas questões sobre territorialidade e ciclos migratórios. Nesse mergulho, o artista se deparou com matérias ainda não utilizadas em seu repertório: o ferro, a resina, a cabaça e o gesso: elementos simbólicos da junção de influências tanto do passado quanto do presente e que se unem para dialogar com um eterno porvir. Materializados em diferentes formas, representam o desejo de traduzir, subjetivamente, as camadas que formam a diversidade da Cultura Insonia, sua origem e processos de ressignificação. Sobre Tomaz Viana: Tomaz Viana nasceu em Salvador, em 1976. Formado em Arte e Design, mora e trabalha no Rio de Janeiro. Grafitando há cerca de 20 anos, participou de vários eventos no Brasil e no exterior. A partir de 2013, Toz inicia a pintura de painéis de grandes tamanhos, entre eles, o painel de grafite de 2000 m2, localizado na região histórica do Pier Mauá, no Rio de Janeiro, e a fachada de 80 metros de altura do Hotel Marina, na praia do Leblon, Rio de Janeiro, em 2015. Os diferentes personagens que integram sua obra estão espalhados em diversas cores e padronagens nos muros da cidade, em bairros como Jardim Botânico, Gávea, Rio Comprido, Catumbi, Santa Teresa e Zona Portuária. Internacionalmente, já realizou trabalhos em Paris, Genebra, Lisboa e Miami. O desenvolvimento dos seus dois últimos personagens – Insonia e Vendedor de Alegria - marca o início de uma nova etapa em sua obra, onde passa a trabalhar com novos padrões. A temática da passagem da noite para o dia, materializada nesses dois personagens, permite uma nova cartela de cores. A técnica do spray é complementada com tinta óleo e diversos materiais para detalhes e contornos. Em 2014, fez sua primeira exposição institucional individual: Metamorfose, no Centro Cultural Hélio Oiticica, no Rio de Janeiro. No ano seguinte, 2015, abre sua primeira exposição individual em Paris com a Instalação Vendedor de Alegria, que ficou exposta entre agosto e novembro, em parceria com o Projeto SCOPE da Prefeitura do 13°Arrondissement de Paris. Em 2016, foi convidado para realizar dois painéis de grafite indoor em Nova York (Chelsea) e Hong Kong (Wan Chai) e, no final do mesmo ano, veio o convite da Escola de Samba Estação Primeira de Mangueira para pintar um carro alegórico do Carnaval de 2017.

Actualizado

el 16 may de 2018 por ARTEINFORMADO

Contactar

¿Quieres contactar con el gestor de la ficha?

Descubre más obras en ARTEINFORMADO

{{ artwork.title | limitTo:16 }}, {{ artwork.year }}
{{ artwork.artistName | limitTo:28 }}

Noticias relacionadas

Compártelo en redes
Exposición en promoción
20 jul - 23 sep
OUKA LEELE - Hay que jugar al vacío
La Ley de Snell / Madrid, España

Exposición en promoción

ArtCity

Descárgate ArtCity, la app que te dice que exposiciones tienes cerca.

Más información

¡Suscríbase y reciba regularmente nuestro Boletín de Noticias del Mercado del Arte!

Suscribirme
volver arriba