Seguimos poniendo a MUJERES EN EL FOCO ¿Las conoces?
Convite para Vernissage
Evento finalizado
21
mar 2019
18
abr 2019

Compártelo en redes

Cuándo: 21 mar de 2019 - 18 abr de 2019
Inauguración: 21 mar de 2019 / 18:30
Horario: lunes a viernes de 14 a 18h
Precio: Entrada gratuita
Dónde: Espacio Uruguay / Av. Paulista, 1776 - 9º a. Elev. 3 y 4 / São Paulo, Sao Paulo, Brasil
Comisariada por: Carla Mourão
Organizada por: Espacio Uruguay
Artistas participantes: Ananda Seidl
Enlaces oficiales Facebook  Instagram 
Teléfonos: +5511991883333
Correo electrónico: cmourao@pobox.com
Etiquetas:
Publicada el 11 abr de 2019      Vista 6 veces

Descripción de la Exposición

A EXPOSIÇÃO APRESENTADA POR ENOCK SACRAMENTO “A arte tem um enorme e persistente poder de sedução. Não são raros os casos de pessoas que se aproximam da arte na infância ou adolescência, que se afastam dela por alguns anos, por razões diversas e, depois, a reassumem de forma definitiva. Entre nós, o caso de Tomie Ohtake é referência obrigatória. Tomie se acercou da arte na infância, depois se afastou dela para se dedicar ao outras tarefas tais como atividades domésticas, o casamento, a criação dos filhos. No Brasil, em 1952, com quase quarenta anos de idade e os filhos já criados, voltou aos pincéis para nunca mais os abandonar. Pintou e criou tridimensionais por sessenta e três anos, até a sua morte, tornando-se a primeira dama da arte brasileira. Este é também o caso de Ananda Seidl, que praticou o desenho e a pintura em criança, que reaproximou da arte na primeira fase da idade adulta, período em que procurou aperfeiçoamento técnico, que se distanciou novamente dela em função de circunstâncias profissionais e familiares e que, finalmente, foi cooptado por ela há três anos, aos 57 anos de idade, período em que contou com a orientação de Dudi Maia Rosa no Museu de Arte Moderna de São Paulo. Esta nova confluência com a arte encontrou Ananda mais maduro, mais estruturado, com vivência estrangeira, temperado na administração de negócios e no exercício do Direito e com o olhar apurado em numerosas visitas a museus, feiras de arte e exposições em vários países. Neste momento em que faz sua primeira exposição individual, ele se encontra num processo de reflexão sobre o sentido da vida e da arte, sobre o rumo a seguir, imantado pela ideia de que o ser é a totalidade enquanto o estar é um momento provisório. A consciência ecológica, a natureza, a flora, a fauna, os signos, os sinais e também o homem são fulcros das treze pinturas e da instalação que Ananda reúne nesta mostra. Intitulando-a de Tropikus, ele quis trazer para mais perto de nós o seu conteúdo, o seu significado. Afinal, vivemos num país em que a maior parte do território encontra-se entre o trópico de Capricórnio e a linha do Equador, no qual predominam as altas temperaturas e as chuvas abundantes, que variam naturalmente dependendo da região e da época do ano. Vivemos, com efeito, num país tropical. Um país de muita luz e de cores fortes, que impactaram Tomie quando ela chegou por aqui, em 1936, proveniente do Japão. Mas também num país que ainda enfrenta graves problemas ambientais, sociais e políticos que remetem ao notável livro “Tristes Trópicos”, do antropólogo e filósofo belga-francês Claude Lévi-Strauss, que esteve no Brasil de 1935 a 1939 e que o publicou anos mais tarde. Nele Lévi-Strauss expôs, de forma exemplar, os dramas de um país que vivia - vive ainda – “uma ocupação desordenada responsável por sinais de degradação e, principalmente, de desrespeito à sua exuberante natureza”. Mas como a linguagem de Ananda não é sociológica, mas artística, ele grafa o título da exposição com “k” e “u” e tira o acento do “ó”. Tropikus é o seu nome. A mostra inclui ainda dois objetos artísticos, um deles muito expressivo, formado por um toco de madeira que lembra um corpo feminino e, concomitantemente, um falo, entre outras coisas, e uma peça metálica semicoberta por resíduos vários, recolhida por Ananda no Rio Tamisa, em Londres, numa de suas andanças pelo mundo. O objeto tem uma aura ritual, misteriosa, instigante e bela que desafia nossa compreensão ao tempo em que libera nossa fantasia. Sua riqueza simbólica talvez projete os sentimentos mais profundos do artista diante de um mundo que teima ainda em desrespeitar a natureza e a vida.” Enock Sacramento O ARTISTA ANANDA SEIDL - Adarcir Seidl Junior, paulista, artista e advogado, nascido em 23/05/1959, tem interesse por Artes Plásticas desde a infância, em especial desenho e pintura. Participou de diversos cursos e work shops na Oficina Três Rios na década de 80, bem como desenho de nú na FAAP sob orientação de Aiao Okamoto. É conhecido no meio artístico como Ananda Seidl. Morou em 1981 e 1982 em Charlotte, NC, EUA onde estudou inglês, cerâmica e fotografia. Entre 1985 e 1986 morou em diversas cidades da Europa, especialmente Basel na Suíça e Paris França. Ao voltar ao Brasil começa a dar aulas de inglês, mas decide ser artista. Assuntos de família afastam Seidl temporariamente do fazer artístico, que acaba sendo convidado a gerenciar uma pequena empresa de importação e depois, com a morte do pai gerencia um estacionamento por vários anos quando estuda Direito. Seidl milita há anos como advogado, mas sem nunca deixar de sonhar com seus verdadeiros talentos: o desenho de observação a pintura e mais recentemente a produção de objetos a partir de restos urbanos e peças orgânicas coletadas em viagens. Durante este tempo frequenta assiduamente museus e galerias em Nova York, Londres e Paris, além de recentemente mostras como a Documenta 14 de Kassel, na Alemanha. Em 2016 integra o grupo “Desenha-me” de Mariana Pinto, passando a fazer desenhos e pinturas de nú feminino e masculino. Em 2017 passa a frequentar grupo de estudo de desenho no Museu de Arte Moderna - MAM, em São Paulo sob a orientação de Dudi Maia Rosa. A Arte passa a vibrar mais alto na alma de Ananda e, sob a direção do mesmo artista, em 2018 integra grupo privado de estudo da pintura, em especial acrílica e óleo sobre tela. Neste mesmo ano participa ativamente do Festival de Arte da Serrinha, em Bragança Paulista, SP. ART ADVISOR MARIANA PINTO - Art advisor, Performer e produtora. Trabalhou como modelo vivo há mais de quinze anos coordenou Master Class de desenhos com modelo vivo em São Paulo, Fortaleza, Rio de Janeiro e Salvador, posou para Gregório Gruber, Luiz Paulo Baravelli, Isabelle Tuchiband, Patricia Cabral Magano, Cabral, entre outros Atualmente trabalha no segmento do mercado de arte. Autora do livro “Desenha-me”. O ESPACIO URUGUAY O Espacio Uruguay São Paulo, é o 1º espaço de Artes e Negócios, dedicado à arte contemporânea, com foco em novos talentos e trabalhos novos!!! Como incentivador da produção artística atual, o Espacio Uruguay reúne num só local, Executivos dos mais variados segmentos e origens, para suas atividades de negócios, e uma impactante renovação e dinamização no mercado de arte do Brasil. Dois públicos tão distintos se complementam na ação de conhecer e ser conhecido. Com propostas variadas e ousadas, de Artistas da nova geração, ou novos olhares dos Artistas consagrados, o Espacio Uruguay tornou-se um ponto de encontro da arte contemporânea, aliado as facilidades tecnológicas que proporciona ao público corporativo, que aqui desenvolve suas atividades com todas as facilidades necessárias, disfrutando também de um ambiente acolhedor de bom gosto e indicador de tendências em estilo, design, mobiliário, artes plásticas e cultura em geral. Visando oferecer um dia a dia mais leve e criativo, acreditamos que transparência e informação democratizam o acesso à arte. O Espacio Uruguay dispõem de todos os elementos sobre a obra que quer apreciar ou ter na sua coleção, na sua casa, na sua vida. Aqui os dois mundos que se fundem, o da Arte e o dos Negócios, convivem em harmonia, ganham em qualidade, e agregam-se valor, mutuamente. SERVIÇO Exposição: “TROPIKUS” Local: “Espacio Uruguay São Paulo” - Banco de la República Oriental del Uruguay Visitação - Dias e Horários: 2ª a 6ª das 14 às 18h Estações de Metrô: Consolação & Trianon MASP Estacionamento: Com manobrista (terceirizado CARPARK) – no Edifício Endereço: Av. Paulista, 1.776, 9º andar – Edifício Parque Avenida – Elev. 3 e 4 – São Paulo – Brasil

Actualizado

el 12 abr de 2019

Contactar

¿Quieres contactar con el gestor de la ficha?

Descubre más obras en ARTEINFORMADO

{{ artwork.title | limitTo:16 }}, {{ artwork.year }}
{{ artwork.artistName | limitTo:28 }}
Compártelo en redes
12 mar - 14 may
Beca en Madrid, España
01 mar - 30 abr
Beca en Miami, Florida, Estados Unidos
ArtCity

Descárgate ArtCity, la app que te dice que exposiciones tienes cerca.

Más información

¡Suscríbase y reciba regularmente nuestro Boletín de Noticias del Mercado del Arte!

Suscribirme
volver arriba