Cortesía de Miguel Nabinho
21
abr 2018
04
nov 2018

Compártelo en redes

Publicada el 09 abr de 2018      Vista 200 veces

Descripción de la Exposición

Uma exposição coletiva com obras de Allan McCollum, André Guedes, André Romão, Belén Uriel, Camille Henrot, Carl Andre, Céline Condorelli, Daniel Buren, Daniel Steegmann Mangrané, Daniel Van Straalen, Doug Aitken, Hanne Darboven, Haris Epaminonda, Heim Steinbach, João Maria Gusmão + Pedro Paiva, John Baldessari, Joseph Kosuth, Lawrence Weiner, Leonor Antunes, Luisa Cunha, Lygia Pape, Maria Loboda, Musa Paradisiaca, On Kawara, Pedro Barateiro, Pedro Cabrita Reis, Ryan Trecartin, Sérgio Carronha, Sturtevant, Tatiana Trouvé e Wolfgang Tillmans. Obras pertencentes à Coleção António Cachola, Coleção Armando e Maria João Cabral e Coleção José Carlos Santana Pinto. Curadoria de João Mourão e Luís Silva. Comparativamente com outros sinais de pontuação mais claros ou de propósito mais transparente, a utilização da vírgula não se rege por regras absolutas. No entanto, esta aparente complexidade, que muitas vezes se traduz por um uso inconsequente, injustificado, ou meramente intuitivo do sinal de pontuação, é consequência de um conjunto de funções básicas que a vírgula cumpre: ela é fundamental numa enumeração, separa expressões e orações dentro da mesma frase e impede também o aparecimento de ambiguidades, sendo que a sua presença, ou a sua ausência, pode infletir o sentido daquilo que é escrito.

Actualizado

el 19 abr de 2018 por ARTEINFORMADO

Contactar

¿Quieres contactar con el gestor de la ficha?

Descubre más obras en ARTEINFORMADO

{{ artwork.title | limitTo:16 }}, {{ artwork.year }}
{{ artwork.artistName | limitTo:28 }}

Noticias relacionadas

Compártelo en redes
ArtCity

Descárgate ArtCity, la app que te dice que exposiciones tienes cerca.

Más información

¡Suscríbase y reciba regularmente nuestro Boletín de Noticias del Mercado del Arte!

Suscribirme
volver arriba